31 de mai de 2014

Coisas Frágeis - Neil Gaiman

Contos inéditos em português de um dos maiores escritores de fantasia e ficção Neil Gaiman é um dos maiores escritores de ficção em atividade, reconhecido pelos seus romances (Lugar Nenhum, Filhos de Anansi) e pelo seu trabalho em quadrinhos (Sandman). 

Em Coisas Frágeis, Gaiman mostra que seu talento como contador de histórias funciona perfeitamente no reino das narrativas curtas. Neil Gaiman escreve com desenvoltura sobre os mais diversos universos - sejam criados por outros autores (com contos que aludem aos mundos de Sherlock Holmes, Matrix e Nárnia) quanto seus próprios, como no conto "O Monarca do Vale", que tem como protagonista o personagem Shadow, de Deuses Americanos. 

Os nove contos de Coisas Frágeis trazem Gaiman abordando os mais diversos temas, misturando puberdade, punk rock e ficção científica em "Como Conversar com Garotas nas Festas"; combinando o Sherlock Holmes de sir Arthur Conan Doyle com o terror de H. P. Lovecraft em "Um Estudo em Esmeralda"; extrapolando o mundo de Matrix em "Golias", inspirado no roteiro original do primeiro filme; ou mesmo presenteando a filha mais velha com um conto fantástico sobre um clube de epicuristas em "O Pássaro-do-Sol". Coisas Frágeis é um tratado prático de como escrever boas histórias - histórias que, como diz a introdução do livro, "duram mais que todas as pessoas que as contaram, e algumas duram muito mais que as próprias terras onde elas foram criadas".

Através do Espelho - Jostein Gaarder

Do mesmo autor de O mundo de Sofia, essa é a história de Cecília Skotbu, uma menina que vive intensamente. As coisas que vai aprendendo ela anota num caderninho. Ali ela escreveu, por exemplo: "Nós enxergamos tudo num espelho, obscuramente. Às vezes conseguimos espiar através do espelho e ter uma visão de como são as coisas do outro lado. Se conseguíssemos polir mais esse espelho, veríamos muito mais coisas. Porém não enxergaríamos mais a nós mesmos". 

Cecília passa quase o tempo todo em seu quarto, deitada na cama. Ela está morrendo. Sua história é uma preparação para a morte e por isso é também um mergulho na vida. Ela morre como quem viaja, prestando atenção em tudo. 

Através de seu olhar profundo, o outro lado do espelho se torna um pouco mais claro para nós.

Resenha: Um Encontro Inesperado - Zibia Gasparetto


A autora narra a história de Miriam, filha de Jorge e Flora, mimada, exigente e de um ciúme doentio, é casada com Ivo. Tendo sido criada por pais que a superprotegiam e faziam absolutamente todas as suas vontades, ela achava que o marido deveria naturalmente substituí-los.

Ivo, após sete anos de casamento, não suportando mais a pressão, sai de casa. Miriam tenta suicidar-se e ameaça tentar novamente caso ele não volte.

Quando o pai de Miriam sofre um grave acidente, a vida do casal segue rumos inesperados. Em meio a muito sofrimento, o destino leva Miriam ao encontro de Franco, Gisele e Carlos, três irmãos que, após da morte dos pais, em um acidente de carro, quando voltavam da casa do sobrinho Ivo, uniram-se ainda mais para aprender a lidar com a perda e a caminhar com as próprias pernas. E é justamente esta a lição que Miriam deverá aprender para alcançar a verdadeira felicidade.

Gisele possuía um pouco de sensibilidade espiritual e, alguns anos depois da morte de seus pais, sonhou com eles. Neste sonho, eles a tranquilizavam, dizendo que estava tudo bem, explicando que foram embora porque realmente havia chegado o momento deles e parabenizando os irmãos por terem conseguido, juntos, prosseguir com a vida apesar das dificuldades.

Um dia, Olga, mãe de Ivo e tia dos três irmãos, vai à casa deles para pedir ajuda. Franco era psicólogo e Olga queria que ele aconselhasse sua nora problemática. Aos poucos, a presença destes irmãos acaba causando grandes mudanças na vida de Ivo, de sua esposa e de todos ao redor.

A narrativa de Zibia Gasparetto convida o leitor a uma reflexão sobre a importância de não darmos ao outro a direção de nossa vida e mostra que os desafios só aparecem quando podemos vencê-los.

Por Bebendo Livros

O Bom Professor e sua Prática - Maria Isabel da Cunha

O "bom professor" e seu dia-a-dia como indivíduo e educador, sua prática e metodologia são temas aqui discutidos com o objetivo de apresentar uma proposta de novos rumos ao curso de magistério que atenda às necessidades de inovação do ensino no país. 

É um livro elucidativo e que traz alguns pontos que podem nos fazer aprender a melhorarmos e nos aprimorarmos no ensino.

30 de mai de 2014

Amor Assassino – Bruna Pereira Caetano

Eu nunca imaginei que provaria de alguém tão cruel e ao mesmo tempo tão… doce. Nunca imaginei que viveria uma paixão tão intensa e ao mesmo tempo tão… errada. 

Mas aqui estou eu, provando mais uma vez dos lábios mais lindos e deliciosos do planeta, que pertencem à pessoa mais incrível do universo. 

Aqui estou eu, provando de um assassino bem pago e totalmente maravilhoso, pelo qual eu sou completamente apaixonada e que tem que me matar.

Sonhos Encantados - Barbara Bretton

O que faria se as pessoas que ama, os sítios que conhece, desaparecessem de repente? Não sei o que acontece convosco, mas eu ando sempre a perder coisas – as chaves, os óculos de sol e os marcadores da camisola que estou a fazer. Mas uma vila inteira?

Nunca me aconteceu tal coisa! Precisamente quando estava prestes a construir um lar com a minha alma gémea cem por cento humana, Luke MacKenzie, a fada Isadora, minha inimiga, atacou...

Até o Livro dos Feitiços, a minha ligação vital com o mundo da magia, desapareceu em combate, a par dos meus amigos, da minha casa e da minha loja de artigos de tricô. Mas depois a minha amiga Janice aparece com a gata Penny e a minha lã atrás.

De repente, percebo que, se quiser salvar a minha casa, teremos de voltar a Salem, onde segredos de família e ódios seculares me empurrarão para o combate da minha vida...

Tempo de Matar - John Grisham

Dois homens brancos espancam e violentam impiedosamente uma menina negra de dez anos, numa pequena cidade ao sul dos Estados Unidos. 

A população da cidade - Clanton, no Mississipi -, apesar da significativa maioria branca, reage com choque e horror ao crime desumano. Mas o drama da menina Tonya e de sua família não pára por aí. 

Ele ganha dimensão nacional a partir do momento em que o pai da menina consegue um fuzil emprestado, relembra seus tempos no Vietnã e mata os estupradores. 

A opinião pública se divide e o jovem advogado, Jack Brigance, que assume a defesa, terá que enfrentar toda sorte de perseguições, principalmente por parte da violenta Ku Klux Klan.

Resenha: Easy - Tammara Webber

Livro de Tammara Webber, Easy narra a história de Jacqueline uma jovem que decidiu seguir o namorado para a mesma universidade, sendo que isso não era bem o que ela mesma queria, no entanto as coisas não saem como ela planejou e o casal acaba por terminar o namoro. Ela passa a se sentir abandonada, enganada e usada.

Certa noite ao sair de uma festa sozinha, é atacada por um colega de seu ex-namorado. É nesse momento que surge Lucas, um rapaz lindo e misterioso, aparece no lugar certo e na hora certa, impedindo que ela seja violentada. Jacqueline só quer esquecer aquela noite, mas Lucas, que ela nunca havia reparado ter visto antes na universidade, agora aparece em todos os lugares.

A atração entre eles é intensa. No entanto, os segredos que Lucas esconde ameaçam separá-los. Mas eles vão ter de descobrir que somente juntos podem lutar contra a dor e a culpa, enfrentar a verdade e encontrar o poder inesperado do amor.
“Ele se aproximou e eu senti o aroma reconfortante que ele emanava. Com a mão no meu rosto, ele trouxe a boca até a minha, me beijando de uma maneira lenta que, de algum modo, se igualava a cadência da música….”
Ao mesmo tempo, precisa se dedicar a uma matéria que está quase reprovando e quando o professor lhe oferece que estude com a ajuda de seu pupilo, Landon, Jacqueline se vê apaixonada por um cara que nunca viu e apenas falou por e-mail e ao mesmo tempo está apaixonada por Lucas, que a salvou em um momento de necessidade extrema. Dividida ela não sabe o que fazer...
"Amor não é a ausência de lógica mas a lógica examinada e recalculada aquecida e encurvada para se encaixar dentro dos contornos do coração."
Desses new adults atuais, não vou dizer que Easy foi o melhor que já li, mas posso afirmar que foi uma leitura muito gostosa de se ler, a autora não se concentrou tanto nas cenas picantes, o livro é muito mais romântico do que erótico, mas tem todos os ingredientes dosados na medida certa. 

O tema estrupo é apresentado de forma muito natural e verdadeira. Tammara Webber consegue passar uma lição, alertando que o criminoso pode não ser é um estranho desconhecido, pode ser alguém que você conhece e que muitas vezes confia. A sutileza do livro está nos personagens. Criamos uma empatia com eles ao longo do livro, de forma que é impossível não se identificar ou solidarizar com algumas situações.
"Desculpas e percepções eram importantes, mas podiam chegar tarde demais."
Quem ainda não leu, e gosta de romances, recomendo que leia. 
Por Bebendo Livros

Inteligência Emocional - Daniel Goleman

• Um alto QI não é garantia de sucesso. 
• A emoção pode dar a verdadeira medida da inteligência humana. 
• A ausência de habilidade emocional pode ser o verdadeiro motivo de tantos casamentos desfeitos. 
• No mundo empresarial, o QI (coeficiente de inteligência) alto consegue um bom emprego. O QE (coeficiente emocional) alto garante promoções. 

 Em Inteligência Emocional, o psicólogo Daniel Goleman examina estas questões polêmicas, por meio de instigante viagem pelos labirintos da mente humana. 

Aliando o rigor do cientista à experiência humana do psicólogo, Goleman traduz as mais recentes descobertas neurológicas para o público leigo. E é esta base científica que apoiará suas teses reveladoras. 

Inteligência Emocional é uma obra brilhante que apresenta revelações surpreendentes para todos os que ainda acreditam na ditadura da razão. Grande sucesso nos Estados Unidos, este livro tem orientado novas propostas pedagógicas, bem como servido de base no processo de seleção de empregados de grandes empresas americanas. 

Inteligência Emocional trata das grandes questões da mente humana com argúcia e profundidade. É obra indispensável a todos os que desejam aproveitar melhor suas potencialidades.

29 de mai de 2014

Bellini e os espíritos - Tony Bellotto

Um misterioso envelope é deixado sob a porta da Agência Lobo de Detetives. Dentro dele, 5 mil dólares e uma denúncia de assassinato. 

A vitima é o advogado Arlindo Galvet, morto durante a corrida de São Silvestre, subitamente caído no asfalto, sem causa aparente. Perigosamente dividido entre seu cliente fantasmagórico, aventuras amorosas e confusões envolvendo a máfia chinesa, o detetive Remo Bellini tem um árduo trabalho pela frente. 

Com perseguições pela Liberdade, o bairro oriental de São Paulo, e visitas a um certo espírita (tudo sempre ao som de blues), Bellini começa a admitir que forças do outro mundo podem ajudá-lo a esclarecer um crime aparentemente insolúvel.

100 Dias em Paris - Tania Carvalho

O relato de uma escritora que se deu de presente uma viagem a Paris, sozinha, e que por lá ficou mais de três meses fincando pequenas raízes: alugou apartamento, fez compras no supermercado, foi à manicure. Teve que se de´brouiller: se virar. 

 Acabou virando um pouquinho parisiense e andou, andou muito, se perdendo para se achar. Foi com a intenção de redescobrir a cidade, de olhar Paris como se fosse a primeira vez, e também para ter um tempo para olhar para si mesmo, se redescobrir – e se divertir.

Quando Chega a Hora - Zibia Gasparetto

Romance espírita, psicografado pelo espírito Lucius. Os herdeiros do coronel Firmino mudam-se para o seu antigo casarão, há muito abandonado e assombrado pelo espírito do antepassado. Nico, Eurico e Amelinha são as crianças cujas brincadeiras despertarão os segredos da casa.

Resenha: Identidade Roubada - Chevy Stevens

O livro de Chevy Stevens relata a história de Annie, uma corretora de imóveis, mulher comum que vive uma vida normal, com problemas como qualquer outra pessoa. Narrado em segunda pessoa, com uma mistura de monólogo interior, é um thriller que eu classificaria como, no mínimo intenso.

Annie tem um trabalho, um namorado, amigos, uma vida tranquila de uma mulher de trinta e poucos anos. Mas nem sempre foi assim. Perdeu a irmã e o pai em um acidente de carro na adolescência. Sua mãe não foi forte o suficiente para cuidar nem de si mesma, se entregando ao vicio do álcool logo depois. Algum tempo depois sua mãe se casou com um homem inexpressível, que não ajudou muito no seu crescimento.

Num domingo, final de plantão, chega um homem para avaliar a casa que ela está vendendo. Um homem comum e até simpático. E ela resolve abrir uma exceção para que ele entre na casa pra conhecer o imóvel. Mas essa visita tinha outros propósitos. Annie é sequestrada.

A partir deste momento a autora faz com que o leitor acompanhe todo o sofrimento da personagem e seus momentos de agonia vividos no chalé, onde o sequestrador, o qual ela chama de Maníaco, a deixou em cativeiro durante 365 dias. Além de viver presa, ela é estuprada várias vezes, espancada infinitas vezes e humilhada ao extremo. O homem, demostra um humor instável, sendo extremamente grosseiro e agressivo, passa a criar uma rotina dolorosa à Annie que deve segui-la fielmente sem reclamar, ou então sofre consequências drásticas. Um sofrimento ao qual ela tenta se livrar no divã de sua psicóloga.
"Às vezes, volto ao dia do sequestro... repasso mentalmente minhas ações até os momentos finais do plantão, cena por cena, como um filme de terror que nunca acaba, um filme em que a gente não consegue impedir que a jovem abra a porta ou entre num prédio vazio."
A narrativa intercala os momento vividos no cativeiros, com os momentos após sua fuga. O livro é mais interessante ainda por isso. Tudo acontece na cadeira do consultório, onde ela conta suas lembranças e dores da qual quer se livrar. 

A leitura é envolvente, mesmo sendo extremamente chocante, e faz bater a curiosidade em virar a página e saber o que virá a seguir. Os acontecimentos relatados de fato impactam o leitor, e faz sentir total repulsa pelo Maníaco. Minunciosamente, ingerimos calados todo o misto de sensações pós-traumáticas da personagem, e é impossível a leitura não mexer com o leitor. O horror causado no chalé são cenas fortes, e provocam uma avalanche de sentimentos.

Annie é uma personagem forte, que está disposta a deixar a dor que sofreu para trás, e ter um novo começo. A narração em primeira pessoa foi fundamental para que estivéssemos intimamente ligados à Annie, e sentirmos aprisionados, tanto quanto ela. Já o Maníaco é um personagem surpreendentemente cruel e instigante. A cada uma de suas falas, expressões e ações, é notável o quanto ele possui uma mente doentia, controladora e é detentor de um humor que pode mudar com apenas um ato de descumprimento de quaisquer dentre as regras malucas que ele impõe.
“Cada mania que eu tinha antes foi intensificada 20 vezes e hoje eu também sou meio louca.”
O livro ainda conta com um suspense das investigações, uma pitada de romance, e muitas, muitas emoções. O final dessa história é surpreendente. Em nenhum momento eu consegui imaginar como iria terminar. E me pegou totalmente de surpresa.
“O interessante é que quase ninguém pergunta como me sinto agora… Não que eu fosse dizer. Só me pergunto por que não há interesse em saber o que aconteceu depois… todo mundo só quer saber da história. Acho que as pessoas pensam que a coisa acaba ali. Quem dera.”
Por Bebendo Livros

Ostra feliz não faz pérola - Rubem Alves

Ostras felizes não fazem pérolas. Pessoas felizes não sentem a necessidade de criar. O ato criador, seja na ciência ou na arte, surge sempre de uma dor. Não é preciso que seja uma dor doída. Por vezes a dor aparece como aquela coceira que tem o nome de curiosidade.

Com estas palavras, o próprio autor define o seu livro.

Rubem Alves, um dos intelectuais mais respeitados do Brasil revela muito de suas próprias experiências de vida em Ostra feliz não faz pérola.

Um prato cheio para quem busca conhecer novos pontos de vista sobre a vida.

28 de mai de 2014

Lugares Distantes - Daniel Cavalcante

Onde não há olhos para vigiar ou lei para punir, os instintos mais selvagens despertam. 

Casebres no meio do nada, sítios, florestas, comunidades isoladas e templos de seitas religiosas secretas – lugares esquecidos ou jamais vistos pela sociedade são o palco de atos inconcebíveis. 

Criaturas hediondas, espíritos, demônios, vampiros, seres de outro planeta e... o próprio Homem transformam este cenário deserto em um antro de brutalidade.

Por uma Pedagogia da Pergunta - Paulo Freire e Antonio Faundez

Por uma Pedagogia da pergunta é uma obra "sui-generis": um diálogo, uma discussão viva e dinâmica. Em cena, dois mestres...

O Exílio, um dos temas em questão,longe de ser objeto de lamentações, é fruto de profunda reflexão: transformar esta vivência amarga numa experiência positiva, enfrentar o choque cultural, preservar a própria identidade tornaram-se desafios que na vida de Freire e Faundez alargaram seus próprios horizontes e possibilitaram contacto direto com os problemas do mundo subdesenvolvido...

Em Busca de Sentido - Viktor Frankl


"Nós éramos gratos ao destino quando ele nos poupava de sustos, os mínimos que fossem. Já ficávamos contentes quando à noite podíamos catar os piolhos do corpo, antes de nos deitar. Em si, não era uma operação agradável, porque era preciso despir-nos no barracão quase nunca aquecido, em cujo interior, muitas vezes, pendiam do teto estalactites de gelo. 

Mas nos dávamos por satisfeitos quando, em tal hora, não havia um alarme aéreo que causasse um blecaute e nos impedisse de completar a operação cata-piolho, o que significava metade da noite sem conseguir dormir. 

É claro que todas essas miseráveis "alegrias" do campo de concentração representavam por excelência uma felicidade no sentido negativo de Schopenhauer, ou seja, uma isenção de sofrimento, e mesmo esta, conforme mostramos acima, apenas em sentido muito relativo."

Pó de Parede - Carol Bensimon


De volta à casa modernista onde cresceu, Alice revive a tragédia que marcou sua adolescência. 

Em uma pequena cidade, o início de uma misteriosa construção modifica a rotina das irmãs Lina e Titi. 

Clara, aspirante à escritora, emprega-se em um hotel da serra e transforma-se no Capitão Capivara. 

Nas três histórias de ‘Pó de parede’, as personagem encaram com sarcasmo e delicadeza as suas desilusões, revelando o lado melancólico da juventude.

Estréia dia 05 nos Cinemas "A Culpa é das Estrelas"

Com uma porção de adaptações de livros infanto juvenis chegando aos cinemas – muitas delas pouco impressionantes - A Culpa é das Estrelas gerava apreensão. Primeiro, por lidar com um tema espinhoso como o câncer na adolescência, e segundo, por escolher duas estrelas em ascensão (Shailene Woodley e Ansel Elgort), algo que poderia ocorrer mais para atrair o público jovem do que realmente pela adequação dos dois ao projeto. Felizmente, o filme supera estes preconceitos e revela-se uma ótima surpresa.
Fonte: www.adorocinema.com

Sinopse: 

Hazel Grace é uma paciente de câncer terminal e por uma insistência da medicina, o seu tumor encolheu bastante, o que lhe proporciona mais alguns anos de vida. O seu último capitulo de historia já havia sido programado, até que o destino resolve mudar e coloca em seu caminho Augustus Waters, um garoto atraente que aparece no Grupo de Apoio a Crianças com Câncer, e é aí que começa o preenchimento desse pequeno infinito de suas vidas limitadas.


27 de mai de 2014

Amanhã Você Vai Entender – Rebecca Stead


A jovem Miranda Sinclair precisa desvendar um enigma na Nova York do final da década de 1970. 

Em ‘Amanhã Você Vai Entender’, seu melhor amigo é agredido na rua, um estranho pode ter invadido a casa dela e uma série de bilhetes, que ela não compreende nem tampouco sabe quem escreve, alerta sobre a morte de alguém. Alguém que ela poderá ajudar a salvar. 

À medida que as mensagens chegam, Miranda percebe que quem as escreve sabe de detalhes de sua vida que ninguém deveria saber. 

E, conforme as peças do quebra-cabeça se encaixam, ela percebe que a resposta sempre esteve ali, bem em sua frente.

Modernidade Líquida - Zygmunt Bauman

A modernidade imediata é "leve", "líquida", "fluida" e infinitamente mais dinâmica que a modernidade "sólida" que suplantou. A passagem de uma a outra acarretou profundas mudanças em todos os aspectos da vida humana. 

Zygmunt Bauman cumpre aqui sua missão de sociólogo, esclarecendo como se deu essa transição e nos auxiliando a repensar os conceitos e esquemas cognitivos usados para descrever a experiência individual humana e sua história conjunta. 

Este "Modernidade Líquida" complementa e conclui a análise realizada pelo autor em "Globalização: as Conseqüências Humanas" e "Em Busca da Política". 

Juntos, esses três volumes formam uma análise brilhante das condições cambiantes da vida social e política.

A Guardiã da Minha Irmã - Jodi Picoult

Concebida por meio de uma fertilização in vitro, Anna foi trazida ao mundo para ser uma combinação genética para a sua irmã mais velha, Kate, que sofre de leucemia promielocítica aguda. 

Aos 15 anos, Kate passa a sofrer de insuficiência renal. Anna sabe que se doar seu rim, ela terá uma vida limitada. 

Ciente de que terá de doar um de seus rins para sua irmã, Anna processa os pais para obter emancipação médica e direito sobre seu próprio corpo.

A Irmã de Freud - Goce Smilevski

Teria Sigmund Freud sido responsável pela morte de sua irmã em um campo de concentração nazista? Vencedor do Prêmio da União Europeia para a Literatura, A irmã de Freud, quando lançado, chocou os leitores, que se perguntavam se a história criada por Goce Smilevski seria verdade. 

Apesar de ser ficção, a premissa da obra é verdadeira: Freud fugiu da Áustria em plena ascensão nazista deixando quatro irmãs para trás. Todas morreram em campos de concentração. Na Viena ocupada pelos nazistas, Sigmund Freud recebeu o direito de fugir para o exterior levando consigo alguns entes queridos. Na lista do fundador da psicanálise, entram a mulher, os filhos, a cunhada, duas assistentes, o médico pessoal com sua família e até o cachorro, mas não quatro irmãs idosas: Marie, Rosa, Pauline e Adolfine. 

É a voz desta última, deportada para o campo de concentração de Terezín, que relembra com dolorosa mágoa o episódio. Smilevski narra, com maestria, a trajetória da família do famoso Freud, com destaque, obviamente à narradora. Por meio de Adolfine, o leitor descobre a intimidade do famoso psiquiatra, suas fraquezas e como ele se relacionava com os parentes. 

Além disso, mostra a vida miserável que ela própria teve. Há também um intenso debate de teorias psicanalíticas, mostrando como elas não eram seguidas pelo próprio criador. Um dos principais temas tratados na obra é a loucura, que culmina com uma inteligente discussão entre os dois protagonistas a respeito da felicidade e do sentido da vida.

A Casa do Rio Vermelho - Zélia Gattai

Pelo portão do endereço mais famoso de Salvador, com motivos de pássaros e frutas, criado pelo amigo Carybé, passou meio mundo: o moleque da quitanda, intelectuais europeus, cantores de sucesso, quituteiras, cineastas, mães-de-santo, políticos... 

Se a casa não pode falar de tudo que já testemunhou, ganhou a mais adequada porta-voz em A Casa do Rio Vermelho, novo livro de Zélia Gattai.

26 de mai de 2014

Despedida de Solteira - Mila Wander

"Amande estava com tudo pronto para o seu casamento: buffet completo, salão de festa, garçons, fotógrafos, igreja, iluminação, filmagem, cerimonial, decoração, convites, vestido, maquiagem, depilação... Ela tinha absolutamente tudo sob controle. Ou melhor, quase tudo... Sequer havia cogitado uma despedida de solteira! 

Guiada pelas suas amigas - e madrinhas -, Amande descobrirá que nem tudo acontece como o planejado." "Caleb é um garoto de programa pronto para mais um trabalho; proporcionar diversão e entretenimento na despedida de solteira de Amande, uma mulher organizada, viciada em limpeza e planejamento. O que Caleb não sabe é que um simples serviço pode mudar a sua vida para sempre..."

Ritos de Adeus - Hannah Kent

Frio, solidão e medo Em Ritos de adeus, seu romance de estreia, Hannah Kent torna palpável a impotência desesperadora de uma condenada à morte.

O ano é 1828. Na gelada e inóspita Islândia, a jovem Agnes Magnúsdóttir é acusada de matar e queimar dois homens. A brutalidade do crime define sua pena: morte por decapitação. Ela aguarda o dia de sua execução sob o teto de uma família local, obrigada a abrigar a criminosa pelo comissário da região. Agnes vive seus últimos dias à espera, tendo como companhia o frio, o silêncio e o medo – o próprio e o dos outros. A família, horrorizada com a ideia de conviver com uma assassina, trata Agnes com repúdio e indiferença. 

O que conserva sua humanidade é o trabalho que é obrigada a realizar na fazenda, que cumpre com extrema habilidade, e as visitas do jovem e inexperiente reverendo Tóti, seu conselheiro espiritual. É para Tóti – com quem tem uma misteriosa conexão – que Agnes, aos poucos, revela sua verdadeira história. Com o passar dos meses e por conta da convivência forçada em uma cabana isolada, minúscula e repleta de privações, a até então assassina se transforma gradativamente em parte da família, que percebe que há mais sobre aquela mulher do que os boatos e seu julgamento jamais imaginariam. 

Embora este seja um romance de ficção, é baseado em fatos reais: a autora Hannah Kent se inspirou na história da última mulher executada na Islândia. Nomes, cartas e outros documentos foram pesquisados e traduzidos durante o período em que Kent viveu na região. Por isso, a narrativa ganha contornos absurdamente realistas, mas não menos poéticos. Hannah Kent oferece um retrato muito menos ambíguo do que tinha a mulher conhecida simplesmente como “bruxa” ou “assassina”. É difícil crer que Agnes realmente cometeu um crime tão cruel. 

E, no suspense para descobrir sua verdadeira história, nos perdemos pelas fazendas geladas da Islândia. O país, tão distante, torna-se próximo com as descrições minuciosas do cheiro do mar, do toque da chuva, do frio desesperador. E da solidão arraigada profundamente, não somente em Agnes. A narrativa cativante e a ambientação fazem de Ritos de Adeus um romance difícil de largar. Apesar das barreiras da distância, da cultura e da época, Hannah Kent evoca questões muito íntimas da existência humana, sobre as relações, os limites do amor e a maneira como enfrentamos a morte. E deixa a angústia de pensarmos: e se fôssemos impedidos de contar nossa própria história?
“Deliciosamente envolvente” - The New Yorker 
“O que mais impressiona sobre esse livro é a habilidade e o poder com os quais Kent transmite a pobreza, a fome e a solidão” - Daily Mail 
“O anúncio de uma escritora a ser observada” - The Guardian 
A autora Hannah Kent nasceu em Adelaide, na Austrália, em 1985. Quando adolescente, fez um intercâmbio para a Islândia, onde ouviu pela primeira vez a história de Agnes Magnúsdóttir. Hannah é a cofundadora e diretora executiva da revista literária australiana Kill Your Darlings, e está completando seu PhD na Flinders University. Em 2011, ela ganhou o prêmio Unpublished Manuscript Award do instituto Writing Australia. Ritos de adeus (Burial Rites) é seu primeiro romance e foi traduzido para vinte idiomas.

Faça dar certo - Luiz Antonio Gasparetto

Querendo ou não, temos evoluído e continuaremos evoluindo. A natureza se mostra dentro de um processo de desenvolvimento fatal. Através das eras geológicas, a Terra transformou-se de um quente e estéril planeta, num paraíso de vida e fertilidade. O homem de aparência primitiva e macacóide evoluiu no sofisticado fenótipo que apresenta hoje através da prosperidade das mutações genéticas.

Tudo na vida indica evolução. Nascemos incapazes e dependentes e em pouco tempo nos tornamos adultos capazes. A história nos mostra que viemos de sociedades simples e primitivas para a complexidade dos tempos modernos.

Vários são os caminhos não percorridos. Vários são os recursos não usados. Todas as chances são para você, tente mais uma vez... "Faça dar certo".

O Homem que Confundiu Sua Mulher com um Chapéu - Oliver Sacks

O cientista e neurologista Oliver Sacks é também um excelente narrador, dono do raro poder de compartilhar com o leitor leigo certos mundos que de outro modo permaneceriam desconhecidos ou restritos aos especialistas. 

Em "O homem que confundiu sua mulher com um chapéu" estamos diante de pacientes que, imersos num mundo de sonhos e deficiências cerebrais, preservam sua imaginação e constroem uma identidade moral própria. 

Aqui, relatos clínicos são intencionalmente transformados em artefatos literários, mostrando que somente a forma narrativa restitui à abstração da doença uma feição humana, desvelando novas realidades para a investigação científica e problematizando os limites entre o físico e o psíquico.

25 de mai de 2014

Esta é uma história de amor - Jessica Thompson

Está é uma história de amor... mas nem toda história de amor é igual. Um rapaz conhece uma menina e a menina se apaixona pelo rapaz – até aí, nenhuma novidade. 

Mas, com Sienna e Nick, as coisas não acontecem do jeito que costumam acontecer nas histórias de amor. Tudo bem que ela o achou superparecido com o Jake Gyllenhaal, seu ator preferido. E ele teve o maior frio na barriga quando viu aqueles lindos olhos azuis-escuros no metrô. 

Nada disso importa quando a gente está fechado para balanço. Ela é frágil... Tem tantos segredos. E ele não está a fim de nada sério. 

Engraçada e ao mesmo tempo triste, esta é a história de duas pessoas destinadas a não ficarem juntas... mesmo sendo a coisa que elas mais querem no mundo.

A Escolha do Coração - Amanda Brooke

O que fazer quando a única maneira de salvar sua vida é sacrificar a sua? Recém-casados, Holly e Tom se mudam para uma casa grande e confortável, onde ela espera esquecer de vez os fantasmas de sua infância problemática. 

O destino, contudo, lhe preparou uma surpresa, que se revela depois que Holly encontra um relógio lunar enterrado no jardim. O relógio oferece a imagem de um futuro que é ao mesmo tempo animador e preocupante: a visão de um lindo bebê nos braços de Tom... mas Holly, estranhamente, não aparece na visão. 

Em pânico diante da previsão, ela teme que um dia precise fazer uma escolha terrível: dar um filho ao marido, sacrificando sua própria vida... ou salvar-se e se esquecer para sempre da filha não nascida – a quem Holly já aprendeu a amar.

Casada com um Estranho - Sylvia Day

Inglaterra, 1815 Um amor imprevisível... 

Isabel Pelham e Gerard Faulkner formam o casal mais escandaloso de Londres, combinam em todas as coisas - sensualidade, desejo intenso, bom humor, desprezo pelas convenções, atrevimento, e a recusa absoluta de se apaixonarem um pelo outro. Isabel fechou seu coração ao amor e, dos homens, só deseja companhia e prazer. 

O casamento entre ambos é um acordo dos mais agradáveis, até que uma chocante reviravolta leva Gerard para longe... Quatro anos depois, ele está de volta. Mas o rapaz farrista e irresponsável foi substituído por um homem sério e charmoso, determinado a seduzir Isabel. 

O relacionamento descontraído transformou-se numa tentação irresistível, um marido que deseja Isabel de corpo e alma, e que não se deterá diante de nada para conquistar o amor da esposa. Não, aquele não é o homem com quem Isabel se casou mas... é o homem que finalmente poderá roubar seu coração...

Dias Melhores Virão - Jennifer Weiner

Quando Ruth Saunders recebeu o telefonema de uma rede de televisão dizendo que sua série original seria levada ao ar, ela quase não acreditou. Embora tivesse passado a vida escrevendo, não pensava seriamente que seu roteiro (autobiográfico!) sobre uma mulher jovem, com excesso de peso, que vivia com a avó, e que decidira se mudar para Miami para fazer fortuna, pudesse ser realmente interessante para alguém. 

Tudo o que ela queria era ver sua série entre os comentários do público e das revistas especializadas, mas Ruth foi acordada bem depressa de seu sonho... Atores de cabeça vazia e ego inflado, e burocratas da emissora transformaram seu roteiro para atender a múltiplos interesses... Todo o esquema criado para se colocar uma série no ar é, ironicamente, narrado por Jennifer Weiner, ela mesma uma veterana da TV. 

As esperanças de Ruth são sistematicamente frustradas: os acionistas da rede insistem em uma revisão sem sentido, sua personagem principal, uma mulher cheia de curvas, passa a ser quase anoréxica, e a avó, Nana, de mulher madura e sofisticada passa a uma ninfomaníaca da terceira idade. 

Divirta-se com a escrita espirituosa e cativante de Jennifer Weiner e sua deliciosa capacidade de fazer valer, em cada um de seus livros, os sentimentos de todas as mulheres.

24 de mai de 2014

The 100, os Escolhidos - Kass Morgan

Desde a terrível guerra nuclear que assolou a Terra, a humanidade passou a viver em espaçonaves a milhares de quilômetros de seu planeta natal. 

Mas com uma população em crescimento e recursos se tornando escassos, governantes sabem que devem encontrar uma solução. 

Cem delinquentes juvenis — considerados gastos inúteis para a sociedade restrita — serão mandados em uma missão extremamente perigosa: recolonizar a Terra. 

Essa poderá ser a segunda chance da vida deles... ou uma missão suicida.

A Festa de Dirvórcio - Laura Dave

Ainda inédita no Brasil, Laura Dave estreia com o engraçado e diferente A festa de divórcio. Pelo tema abordado, o livro foi assunto de debate em vários fóruns literários, tornando-se sucesso de vendas. A autora está sendo considerada pela crítica especializada uma das possíveis sucessoras de Marian Keyes no gênero.

A festa de divórcio conduz o leitor à vida de duas mulheres que se encontram nos extremos opostos do casamento, uma se divorciando e outra no momento de confirmação do relacionamento dos sonhos. Apesar de todas as diferenças – distância, condição financeira, idade – Gwyn e Maggie têm uma coisa em comum: ambas estão em uma encruzilhada e enfrentam as mesmas perguntas: até que ponto você deve se esforçar para ficar com a pessoa que ama? Quando é hora de desistir? 

O best-seller de Laura Dave apresenta um costume cada vez mais comum nos Estados Unidos: a celebração do rompimento amoroso. Talvez para os brasileiros isso seja estranho, mas para o povo do país norte-americano, este momento, quando consensual, deve ser celebrado. Isso porque os envolvidos foram corajosos pela decisão e porque agora os dois poderão ser finalmente felizes, mesmo que com outras pessoas. Laura chega à raiz das questões mais importantes e faz o leitor acreditar em todas as faces do amor, até a do divórcio.

23 de mai de 2014

A Colcha de Despedida - Susan Wiggs

A loja de tecidos preferida de Linda Davis é o lugar em que as mulheres se encontram para compartilhar suas criações: colchas de casamento, colchas para bebês, colchas de comemoração. Cada qual costurada com muitos sonhos, esperanças e suspiros. Agora, a única filha de Linda se prepara para entrar na faculdade, deixando- a confusa com tantas emoções. 

De um lado, a felicidade por Molly ter crescido. De outro, uma pontada de angústia por vê-la partir. Qual será o papel de Linda quando ela não for mais necessária como mãe? Ao viajarem juntas para fazer a mudança de Molly, Linda prepara uma colcha com os retalhos de roupas que ela guardou de sua menina. 

A barra do vestido de batizado, um enfeite de fantasia. Ao unir cada pedacinho, ela descobre que lembranças podem ser costuradas de modo a manter ambas, mãe e filha, com o coração aquecido por muito tempo…

A Casa da Poeira e dos Sonhos - Brenda Reid

Uma casa em ruínas, o mundo em guerra... num pequeno vilarejo, tudo o que ela realmente precisava para viver. Um jovem diplomata inglês e sua esposa são transferidos para Atenas. Hugh adora o estilo de vida glamoroso da embaixada, mas sua esposa começa a ficar cansada da rotina de festas intermináveis e eventos sociais. 

Quando ele é enviado a Creta para resolver uma questão política, o casal muda para uma casa decadente, de propriedade da família dele. Evadne logo se apaixona pela ilha e pelos moradores locais e decide continuar lá mesmo depois que o marido retorna a Atenas. 

Enquanto tenta reformar a casa que está caindo aos pedaços, ela inicia uma sólida amizade com Anthi, uma moça do povoado, e com Christo, um jovem empreiteiro que se torna um parceiro na tarefa de recuperar a casa. 

Mas as nuvens escuras da guerra estão se aproximando, e a pacífica ilha vai se tornar palco de violência nos dias que virão. Sem nada a perder, todos acabam tomando novas atitudes em relação ao amor e à amizade como se aquela fosse a última oportunidade da vida deles. 

Leitura fácil e envolvente, porém sem deixar de abordar temas mais complexos, como a violência da guerra e o relacionamento entre personagens de diferentes classes sociais. A leitura faz com que o leitor também faça uma viagem pelas ilhas gregas.

O Clone de Cristo - J. R. Lankford

O Clone de Cristo é uma história fantástica sobre uma experiência secreta que pode mudar o mundo: a tentativa de clonar Jesus Cristo a partir do Santo Sudário. 

O Dr.Felix Rossi é o chefe da pesquisa, um conceituado cientista obcecado com duas perguntas: Será que o tecido do Sudário contém mesmo o sangue de Cristo? E o DNA ainda estará intacto? Apesar do caráter sigiloso do experimento, forças obscuras tentam impedi-lo e Rossi não tem tempo a perder: precisa encontrar uma mulher para gerar a criança. 

Esta trama policial arrepiante nos leva numa viagem inesquecível da alta sociedade nova-iorquina aos bares irlandeses, das igrejas do Harlem à Catedral de Turim. 

Uma narrativa bem construída sobre laços familiares perdidos, um homem à procura de Deus, uma mulher em busca de um sentido para a própria vida, e uma inesperada história de amor.

A Mulher Silenciosa - A. S. A. Harrison

Jodi e Todd estão juntos há 20 anos e, aparentemente, levam uma vida invejável. Todd é um empreiteiro bem-sucedido que pode bancar alguns luxos, como o enorme apartamento com uma vista deslumbrante para o lago, um Porsche (dele) e um Audi (dela) na garagem, e o estilo de vida de Jodi. 

Psicoterapeuta, ela atende em casa apenas dois clientes por dia, e tem tempo de sobra para as sessões de pilates, as aulas de arranjos florais, os passeios com Freud, o golden retriever do casal, e o preparo das refeições gourmet de que tanto gosta. Jodi ainda fica ansiosa ao ouvir a chave do marido abrindo a porta. Todd diz que nunca encontrará uma mulher igual a ela.

Essa fachada perfeita, porém, está prestes a ruir. Todd é um adúltero incurável, e Jodi sabe disso. Ela é a esposa silenciosa, preparada para tolerar as traições do marido com o intuito de manter as aparências. Até que Todd sai de casa - para viver com uma mulher com metade da idade dela, filha de seu melhor amigo. 

Magoada, humilhada e, por fim, financeiramente abalada, Jodi começa a contemplar o assassinato como uma opção razoável.

Contado alternadamente nas perspectivas dele e dela, 'A mulher silenciosa' é um livro sobre um casamento à beira do fim, um casal na direção da catástrofe, concessões que não podem ser feitas e promessas que não serão cumpridas. 

Um thriller psicológico sofisticado, que seduz o leitor desde a primeira página.

22 de mai de 2014

Resenha: Gênesis - Bernard Beckett

Narrado em terceira pessoa o livro do autor Bernard Beckett é empolgante, reflexivo e curioso, curto, rápido e a leitura flui bem. 

A história de Gênesis ocorre num futuro pós apocalíptico, e é narrado de uma forma bem interessante pelo autor. Anaximandra está tentando entrar na Academia e durante a leitura descobrimos que esse é ‘órgão’ que governa o mundo atualmente e a medida que Anax vai evoluindo no teste de admissão da Academia, através das perguntas feitas pela banca de jurados e das respostas de Anax é que história nos é contada.

Anax nasceu na República e estudou toda a história afim de aprender e compreender todos os fatos que levaram as Ilhas a serem o que eram. Ela conhecia toda a história e detinha um fascínio idiossincrático pela história de Adams, a quem em tese, era o herói que havia dado a República o motivo para ser a utopia que ela havia se tornado. Seu tema para o teste da Academia é a história de Adams, a qual Anax acredita conhecer piamente, mas o que ela não sabe é que nem toda verdade pode ser dita principalmente quando ela pode por em risco o futuro de toda uma sociedade.
A única coisa que une os indivíduos são as ideias. As ideias mudam e se espalham; mudam de hospedeiros com a mesma frequência com que esses hospedeiros mudam de ideias. 
Essa história é muito boa, te faz pensar bastante é de certa forma filosófico sobre o que nos faz diferente de animais e maquinas. Ao contar a história de Adams tanto ela quanto nós leitores somos obrigados analisar e nos perguntar "o que nos torna humanos?"
Talvez seja necessário, para que uma sociedade funcione, que exista certo nível de empatia que não pode ser eliminado. 
Adams percebe que as normas não são justas, ele nota que a sociedade que ele vive apenas se auto defende sem nunca dar espaço para esclarecimento, e é a convivência dele com Art e forma com que ele tenta esclarecer para Art que ele é apenas uma maquina, enquanto ele, Adams, é um ser humanos, que nos leva há um questionamento mais profundo. O que nos leva a ser diferente uma máquina? O que nos torna consciente, e o que é está consciência?

Bernard Beckett leva o leitor a questionamentos profundos e os põe diante de confrontos que muitas vezes evitamos por não saber como travar o confronto.
É no conflito que nossos valores são expostos com clareza.
Não vou falar mais sobre o que acontece porque é importante ler sem saber nada. Mas saibam que o final foi como uma alfinetada no cérebro já que para mim foi um fim totalmente inesperado e sinceramente, posso dizer que a surpresa guardada até o fim foi a melhor parte do livro. 
A alma oferece a vocês conforto, e a única exigência em troca é ignorância.
Recomendo a leitura. É bem interessante. Além disso é um livro único, coisa cada vez mais rara hoje em dia.

Um Pedido às Estrelas - Priscille Sibley

Após um grave acidente, Elle sofre um trauma cerebral irreversível, mas em seu ventre cresce uma vida. 

Apesar da fragilidade da situação, há uma possibilidade de ela dar à luz o tão aguardado filho. No entanto, com a mesma força com que desejou um filho, Elle se opunha a manter uma vida artificialmente. Se ela pudesse decidir, o que falaria mais alto? 

Escrito com sensibilidade e compaixão, Um pedido às estrelas é uma emocionante história que levanta profundas reflexões sobre vida e morte, fé e ciência, e ilumina o poder do amor para ferir... e curar.

Corte Súbito - Smash Cut - Sandra Brown


Julie Rutledge e Paul Wheeler haviam acabado de entrar no elevador em direção ao lobby do elegante Hotel Moultrie quando as portas se abriram no oitavo andar e, do lado de fora, um rapaz empunhava uma pistola. 

Em uma trama que começa com um assassinato e se desdobra em reviravoltas inesperadas, Sandra Brown conduz o leitor por uma história eletrizante. Repleta de referências cinematográficas, especialmente às tramas psicológicas de Hitchcock, o romance remete a um verdadeiro roteiro de filme policial, inspirando os leitores a correr em busca de pistas tão rápido quanto os protagonistas.

21 de mai de 2014

Trilogia Amor no Ninho - Maribell Azevedo

Livro 1 - Amor no Ninho 
E se você fosse escolhida, para ser irmã do amor de sua vida? Num mesmo ninho, podem nascer diferentes tipos de amor. Irmãos adotivos, Marina e Daniel se tornam grandes amigos. O tempo passa e à medida que eles crescem a semente do amor, enraizado em seus corações desde a infância, começa a germinar, desafiando assim as regras impostas por seus pais. 

Ao tentar viver esse amor, o futuro se revelará traiçoeiro e cheio de armadilhas. Eles estarão preparados, para enfrentar todos os desafios que o destino lhes apresentar? Daniel e Marina uma surpresa, o conflito, um segredo e a oportunidade de viver um “Amor no Ninho”." 


Livro 2 - Amor Inteiro 

Quando a mente se encontra na escuridão, deixe o coração ser seu guia. O amor de Marina e Daniel foi eclipsado por um trágico acidente. Ela recebeu uma nova oportunidade do destino, porém não se recorda do grande amor de sua vida. Ele está firme no propósito de reconquistá-la. 

O jovem apaixonado enfrentará todos os desafios que lhe forem impostos, provando através de sua perseverança e dedicação, o sentimento puro e intenso que sente por sua bailarina de longos cabelos cacheados, olhos cor de mel e pele com perfume de baunilha. Marina e Daniel um novo começo, uma nova história.






O Chamado do Cuco - Robert Galbraith

Quando uma modelo problemática cai para a morte de uma varanda coberta de neve, presume-se que ela tenha cometido suicídio. No entanto, seu irmão tem suas dúvidas e decide chamar o detetive particular Cormoran Strike para investigar o caso. 

Strike é um veterano de guerra, ferido física e psicologicamente, e sua vida está em desordem. O caso lhe garante uma sobrevida financeira, mas tem um custo pessoal: quanto mais ele mergulha no mundo complexo da jovem modelo, mais sombrias ficam as coisas e mais perto do perigo ele chega. 

 Um emocionante mistério mergulhado na atmosfera de Londres, das abafadas ruas de Mayfair e bares clandestinos do East End para a agitação do Soho. 

O chamado do Cuco é um livro maravilhoso. Apresentando Cormoran Strike, este é um romance policial clássico na tradição de P. D. James e Ruth Rendell, e marca o início de uma série única de mistérios.

20 de mai de 2014

Parabéns Pedagogos!!!

Ser pedagogo é trabalhar porque ama o que faz e não para ganhar dinheiro, é buscar formas de ajudar, compreender, mediando conhecimento. É lutar por uma educação mais justa e fazer jus a isso. Enfim, pedagogia é isso, é o compromisso com a educação, o amor pela profissão a busca pelo conhecimento e a transmissão dele a favor da educação de qualidade. 

Por Mariane N. Souza

Fala Sério, Professor! - Thalita Rebouças

Como será que a Maria de Lourdes, ou, Malu, se relacionou com seus professores do colégio, da academia, do curso de inglês, de shiatsu, teatro, os particulares, os gatos, os durões, os que amavam ser durões, os amigos, o meio doido, o que não ria, o que não perdoava cola. 

Chegou a hora de revirarmos juntos o baú da trajetória da moça como aluna, narrada em crônicas pra lá de bem-humoradas que acompanham sua vida dos 3 aos 22 anos. 

É ela mesma, a Malu, a filha da Angela Cristina, aquela que nos mostrou sua divertida e conflituosa relação com a figura materna em Fala sério, mãe! Mas a mãe não foi a única responsável pela tarefa de educá-la. E nem a única com quem ela teve conflitos enquanto crescia. 

Com alegria e bom humor, marcas registradas da autora, o livro promete boas gargalhadas e momentos da mais pura diversão. 

19 de mai de 2014

O Garoto que se Esgueirou pela Janela do meu Quarto - Kirsty Moseley

Amber Walker e seu irmão mais velho, Jake, possuem um pai abusivo. Uma noite o irmão do seu melhor amigo, Liam, a vê chorando e sube até a janela do seu quarto para confortá-la. 

Aquele único gesto inicia uma relação de amor e ódio entre os dois pelos próximos oito anos. 

Liam é agora um cara confidente, paquerador e que nunca se comprometeu a ter uma namorada. Amber ainda é assustada emocionalmente pelo abuso que sofreu nas mãos do pai. Juntos eles formam um casal diferenciado. 

O relacionamento entre eles sempre foi estável, mas o que acontece quando Amber começa a enchergar o melhor amigo do seu irmão de forma diferente? E como seu irmão, que sempre foi um pouco superprotetor, reagirá quando descobrir que os dois estão se aproximando?

Segredos e mentiras – Diane Chamberlain


Cara Anna, Já comecei esta carta várias vezes e aqui estou, começando-a novamente, sem fazer a mínima ideia de como lhe dizer. 

A carta não terminada é a única pista que Tara e Emy têm para entender o que levou sua amiga Noelle ao suicídio. As três eram inseparáveis desde a faculdade e tudo a respeito de Noelle – seu trabalho de parteira, a forma como se dedicava apaixonadamente a diversas causas sociais, seu amor pelos amigos e a família – se encaixava na descrição de uma mulher que amava a própria vida. 

Só que havia muitas coisas que Tara e Emy desconheciam. Por exemplo, quem é Anna e por que Noelle nunca a mencionara. Com a descoberta da carta e do terrível segredo que a motivou, as duas começam a desvendar a verdade sobre essa mulher forte, independente e gentil que entrou em suas vidas trazendo amor e compaixão, mas que também pode ser a responsável por muitas tristezas e ilusões. 

Com delicadeza e equilíbrio, Diane Chamberlain constrói uma história sensível sobre amizade e relacionamentos e levanta a pergunta: até que ponto você seria capaz de perdoar alguém que ama?

18 de mai de 2014

Confie em Mim - Harlan Coben

Até onde você iria por amor à sua família?  

Preocupados com o comportamento cada vez mais distante de seu filho Adam - principalmente depois do suicídio de seu melhor amigo, Spencer Hill -, o Dr. Mike Baye e sua esposa, Tia, decidem instalar um programa de monitoração no computador do garoto. 

Os primeiros relatórios não revelam nada importante. Porém, quando eles já começavam a se sentir mais tranquilos, uma estranha mensagem muda completamente o rumo dos acontecimentos: "Fica de bico calado que a gente se safa." Perto dali, a mãe de Spencer, Betsy, encontra uma foto que levanta suspeitas sobre as circunstâncias da morte de seu filho. 

Ao contrário do que todos pensavam, ele não estava sozinho naquela noite fatídica. Teria sido mesmo suicídio? Para tornar o caso ainda mais estranho, Adam combina ir a um jogo com o pai, mas desaparece misteriosamente. 

Acreditando que o garoto está correndo grande perigo, Mike não medirá esforços para encontrá-lo.Quando duas mulheres são assassinadas, uma série de acontecimentos faz com que a vida de todas essas pessoas se cruzem de forma trágica, violenta e inesperada.

"Harlan Coben é mestre em prender a atenção do leitor e criar histórias surpreendentes. Ele vai seduzir você na primeira página apenas para chocá-lo na última." - Dan Brown, autor de O Código Da Vinci. 

O Homem Perfeito - Vanessa Bosso


O homem perfeito existe? 

Apesar de ter vivido relacionamentos turbulentos, Melina está convicta de que, um dia, encontrará o seu homem perfeito. 

Tanto é verdade que escreveu um pedido ao universo, descrevendo este ser impossível nos mínimos detalhes. 

O que ela não imagina é que já teve o seu homem perfeito em mãos e o perdeu para sua arqui-inimiga... oh, céus, será que para sempre? 

Divirta-se com essa comédia romântica e descubra que amores perfeitos não existem, já almas gêmeas... ah, isso sim!