4 de abr de 2014

Resenha: A Cama na Varanda - Regina Navarro Lins

O livro foi baseado em uma pesquisa da autora que é psicanalista e sexóloga. Mesmo após 10 anos de lançado e com mais de 50 mil cópias vendidas  continua provocando muitos debates. O livro é bem interessante e mostra a origem de muitos preconceitos, obrigações sociais, entre outros conceitos que nos são impostos. 

Desde seu lançamento causa muita polêmica, pois a ideia do livro incita para uma mudança de mentalidade. Muito bem escrito e elaborado, fala de amor, sexo e tabus. Regina Navarro usou o que ouviu durante seus 34 anos de consultório para nos mostrar o fim do casamento tal como o conhecemos.

A autora acredita que a ideia do amor romântico, que prega a exclusividade está saindo de cena e retrata que o poliamor será muito mais comum daqui há algum tempo. Apesar desse pensamento radical, ela nos dá bons argumentos para a discussão do termo machismo e feminismo. Afirma, ainda, que a exclusividade sexual sempre foi ficção. Fala do ciúme como intimidante e que tem haver com sentimento de posse, além de falar de conceitos como veneração pelos filhos, fidelidade, devoção ao marido, sexualidade, homossexualismo e prostituição.
"É fundamental que as pessoas saibam que podem ficar bem, sozinhas. Que se livrem dessa ideia de amor romântico, essa coisa que diz que você tem que ter um par."
No decorrer da leitura podemos perceber que as crenças que vão nos sendo impostas pelo sistema penetram em nós de tal forma que passamos não só a acreditar nelas, mas também defendê-las como sendo 'nossas'.
"Fidelidade não tem nada haver com sexualidade. A palavra traição é muito inadequada para definir uma relação social com outra pessoa. Prefiro chamar 'exclusividade'."
Um livro para ler e refletir... muito.
Por Bebendo Livros

0 comentários:

Postar um comentário