21 de jun de 2014

Resenha: A Noiva Despida - Nikki Gemmell

Não se sabe quem é “ela”. Não temos um nome no livro, não se sabe realmente sua identidade. E foi nisso que a autora Nikki Gemmell ganhou a todos.

A noiva despida é um livro sobre os aspectos multifacetados da personalidade de uma mulher. Trata-se de todas as coisas clichês que podem dar errado na vida de uma mulher, um casamento que azedou cedo devido a uma suspeita de infidelidade. A narradora é casada com Cole, que ela acredita amar muito. 

No entanto, há indícios de problemas conjugais, e um deles parece ser a sua abordagem ao sexo. A suspeita de infidelidade, foi quando estava de férias com o marido em Marraquexe, lá testemunha o que pode ser um ato de traição. O leitor nunca está a par com os fatos neste romance, o monólogo interior é tudo que temos acesso.
"Ela era a esposa perfeita, mãe exemplar, uma mulher irrepreensível. O que dizer do diário explosivo que ela deixou para trás? Nas suas páginas ela revela detalhes surpreendentes da sua jornada de descoberta e libertação sexual."
A apresenta a trama como um manuscrito inacabado encontrado pela mãe da autora, a autora no entanto está desaparecida. O romance é contado em uma série de 138 “lições”. A narrativa é em segunda pessoa. ”Você” é convidado a ser a mulher que passa de esposa para amante. O leitor, portanto, experimenta em primeira mão tudo o que a narradora sente e pensa. É um dispositivo incomum, mas funciona.
"Uma perspectiva nua e crua do casamento - o que uma esposa pode pensar mas nunca diria" 
Ela foi escrever um livro, inspirado no século XVII , anônimo, um catálogo delicioso de pensamentos indecorosos: Que uma mulher deve ter um outro homem se o marido for ruim na cama, que a maldade de uma mulher é melhor do que um homem bondoso, etc. No percorrer de sua pesquisa, ela conhece um belo rapaz. Seu caso começa a causar estragos na mente do narrador, e seu mundo é rasgado pelo desencadeamento de desejo e concupiscência que ela até então acreditava-se incapaz.

Na minha opinião A noiva despida não é uma obra erótica. Há cenas sexualmente explícitas, mas também é uma exploração muito bem escrita e inquietantemente honesta do sexo e do desejo feminino. Gemmell explora as consequências de tanto sigilo como honestidade brutal dentro de um relacionamento, mas nunca apresenta respostas fáceis.

Recomendadíssimo!
Por Bebendo Livros

0 comentários:

Postar um comentário