23 de set de 2014

Sábados Inquietos - José Castello

Apesar de seus inúmeros textos sobre literatura, José Castello não se considera um crítico literário, mas sim apenas um ávido leitor comum que sofre e viaja com os livros, por isso “Sábados Inquietos” é composto por leituras críticas que lhe tiram o sono. 
Formado em jornalismo, José Castello já apresentou textos que perpassaram por autores como Machado de Assis, Hilda Hilst, Lewis Carroll, Clarice Lispector, Vinicius de Moraes, Kafka e muitos outros. A editora LeYa lança em março “Sábados Inquietos” do colunista José Castello do jornal O Globo. 

Com um compêndio de suas principais críticas, a obra fala sobre “a arte como expressão da loucura ou (...) como opção pela loucura”, sobre o que é literatura, sobre crônicas, sobre palavras e sobre a leitura que nada mais é do que “errar, vacilar e fugir”. 

Sempre guiado por seus impulsos, intuições e conhecimentos literários, as críticas de Castello são publicadas aos sábados e possuem um leque de personagens e histórias sobre a literatura e seus principais expoentes. 

Sendo um dos jurados do Prêmio LeYa e ganhador de diversos prêmios, entre eles o Jabuti pelo romance “Ribamar “ (Bertrand Brasil, 2010), Castello nos oferece um texto tocante e singelo. “Sábados Inquietos”, a coluna agora transformada em livro, vai te mostrar a real literatura, de um leitor para outro.

0 comentários:

Postar um comentário