31 de mar de 2014

O Alquimista - Paulo Coelho


 O jovem pastor Santiago tem um sonho que se repete. O sonho fala de um tesouro oculto, guardado perto das Pirâmides do Egito. Decidido a seguir seu sonho, o rapaz se depara com os grandes mistérios que acompanham a raça humana desde a sua criação; o Amor, os sinais de Deus, o sonho que cada um de nós precisa seguir na vida. 

A peregrinação de Santiago, narrada pelo escritor Paulo Coelho em O alquimista transformou-se num dos maiores fenômenos literários. Caminhando em uma caravana pelo deserto do Saara, ele entra em contato com pessoas e presságios que lhe indicam o caminho a seguir. Entre eles, um misterioso personagem - um Alquimista. 

É quem irá ensiná-lo a penetrar na Alma do Mundo, e a receber todas as pistas necessárias para chegar até o tesouro.

Só a Terra Permanece - George R. Stewart

Clássico da Ficção Científica. Um dos melhores - apesar de pouco conhecido no Brasil - livros de pós-apocalipse. 

Principal livro da obra do americano George R. Stewart, retrata o que pode algum dia acontecer. E não é irreal esta possibilidade: ela aí está, circulando nas mentes dos responsáveis pela vida de inúmeros povos, nos cálculos dos fabricantes de armamentos, na insensibilidade dos que ambicionam a fortuna ou o poder. 

Um vírus, simplesmente um vírus, destrói quase todos os seres humanos. E os remanescentes reiniciam a Grande Marcha, deixando para trás os Velhos Tempos, com todas as suas mazelas, os seus crimes, os seus horrores, e também a destruição fora inclemente tudo o que de belo o homem produzira no decorrer de sua aventura na História da Terra, pois representavam o bem e o mau, a própria civilização destruída. 

Mas os poucos sobreviventes da aniquilante epidemia abrem novos caminhos à vida. E neste gesto de reiniciar do nada uma nova etapa civilizatória, com novos valores que a solidão permite surdir, o homem volta a se encontrar na restauração de suas forças e valores, abrindo novos horizontes pois novas sementes serão lançadas e se desenvolverão.

30 de mar de 2014

Kiss Me C. C. Wood

Há seis anos atrás, Jake Coulter terminou com Kaylie Masters. Embora ela tenha se recusado a demonstrar, Kaylie ficou devastada e nunca o perdoou. 

Para piorar a situação, Jake é amigo de seu irmão mais velho, Kevin. Agora, Kevin está noivo e Jake é o seu padrinho. Não há nenhuma forma de Kaylie conseguir evitar seu ex. 

Estranhamente, Jake parece estar saindo de seu caminho para vêla e, depois de um beijo, os dois descobrem que a faísca entre eles nunca morreu.

Ratos - Gordon Reece

Shelley e a mãe foram maltratadas a vida inteira. Elas têm consciência disso, mas não sabem reagir — são como ratos, estão sempre entocadas e coagidas. 

Shelley, vítima de um longo período de bullying que culminou em um violento atentado, não frequenta a escola. Esteve perto da morte, e as cicatrizes em seu rosto a lembram disso. Ainda se refazendo do ataque e se recuperando do humilhante divórcio dos pais, ela e a mãe vivem refugiadas em um chalé afastado da cidade. 

Confiantes de que o pesadelo acabou elas enfim se sentem confortáveis, entre livros, instrumentos musicais e canecas de chocolate quente junto à lareira. Mas, na noite em que Shelley completa dezesseis anos, um estranho invade a tranquilidade das duas e um sentimento é despertado na menina. 

Os acontecimentos que se seguem instauram o caos em tudo o que pensam e sentem em relação a elas mesmas e ao mundo que sempre as castigou. Até mesmo os ratos têm um limite.

29 de mar de 2014

Trilogia O Inferno de Gabriel - Sylvain Reynard

Livro 1 - O Inferno de Gabriel 

A salvação de um homem. O despertar da sexualidade de uma mulher. 

Enigmático e sedutor, Gabriel Emerson é um renomado especialista em Dante. Durante o dia assume a fachada de um rigoroso professor universitário, mas à noite se entrega a uma desinibida vida de prazeres sem limites. O que ninguém sabe é que tanto sua máscara de frieza quanto sua extrema sensualidade na verdade escondem uma alma atormentada pelas feridas do passado. 

Gabriel se tortura pelos erros que cometeu e acredita que para ele não há mais nenhuma esperança ou chance de se redimir dos pecados. Julia Mitchell é uma jovem doce e inocente que luta para superar os traumas de uma infância difícil, marcada pela negligência dos pais. 

Quando vai fazer mestrado na Universidade de Toronto, ela sabe que reencontrará alguém importante – um homem que viu apenas uma vez, mas que nunca conseguiu esquecer. Assim que põe os olhos em Julia, Gabriel é tomado por uma estranha sensação de familiaridade, embora não saiba dizer por quê. 

A inexplicável e profunda conexão que existe entre eles deixa o professor numa situação delicada, que colocará sua carreira em risco e o obrigará a enfrentar os fantasmas dos quais sempre tentou fugir. 

Primeiro livro de uma trilogia, O inferno de Gabriel explora com brilhantismo a sensualidade de uma paixão proibida. É a história envolvente de dois amantes lutando para superar seus infernos pessoais e enfim viver a redenção que só o verdadeiro amor torna possível.

Livro 2 - O Julgamento de Gabriel

Eles estão vivendo uma paixão arrebatadora. Mas muitas pessoas são contra esse amor. Gabriel Emerson e Julia Mitchell se conheceram há muito tempo, quando ela ainda era adolescente, numa noite mágica e confusa. Mas, apesar de todo o sentimento que nasceu entre eles, no dia seguinte seus caminhos se separaram.

Anos depois eles se reencontraram quando Julia começou o mestrado na Universidade de Toronto. Gabriel era um professor enigmático, sedutor e muito arrogante que a atormentava e perseguia. No entanto, o que mais fazia Julia sofrer era ele não se lembrar dela. Mas nem mesmo o insensível Gabriel é capaz de resistir à profunda conexão que existe entre eles e logo os dois embarcam numa tórrida paixão proibida.

Com o fim do semestre e do curso ministrado por Gabriel, eles deixam de ser professor e aluna e enfim estão livres para viver seu amor. Ou pelo menos era o que pensavam. Após uma viagem romântica para a Itália, durante a qual Gabriel ensina a Julia todos os mistérios do prazer e, em troca, aprende com ela o significado do amor verdadeiro, os dois veem seus sonhos ameaçados. Duas denúncias junto ao Comitê Disciplinar da Universidade põem em risco o emprego de Gabriel e a carreira brilhante e promissora de Julia.

Será que o professor vai ceder às ameaças ou irá lutar até o fim por sua amada? Será que essa paixão conseguirá resistir a um julgamento implacável? Na apaixonante sequência de “O inferno de Gabriel”, Sylvain Reynard constrói uma bela história de amor, da qual os leitores jamais se esquecerão.

Livro 3 - A Redenção de Gabriel

Lançamento dia 14 de janeiro de 2014. Depois do escândalo em que se viram envolvidos em Toronto, Gabriel e Julia se casaram e se mudaram para Massachusetts, onde ele dá aula na Universidade de Boston e Julia faz doutorado em Havard.

Agora ela precisa provar que não vive à sombra do marido famoso. Mas parece que Gabriel não está pronto para ver a esposa caminhar com as próprias pernas. Além disso, as coisas entre eles não vão muito bem. Isso porque Gabriel está ansioso para ter um filho, mas Julia quer concluir o doutorado primeiro. Para ver realizado seu sonho de formar uma família, Gabriel terá que enfrentar fantasmas do passado.

Será ela capaz de fazer isso? E será que a generosidade de Julia resistirá à ameaça de ver arruinada a carreira que ela tanto se esforçou para construir?

"A Redenção de Gabriel" é o desfecho brilhante dessa trilogia que arrebatou leitores no mundo inteiro.

28 de mar de 2014

Pedagogia da Esperança - Paulo Freire

Em 'Pedagogia da Esperança', escrito em 1992, Paulo Freire faz uma reflexão sobre 'Pedagogia do Oprimido', publicado em 1968, durante o seu exílio no Chile. 

Nesse reencontro, analisa suas experiências pedagógicas em quase três décadas nos mais diferentes países. Um relato elaborado com cientificidade, humildade e coerência, que recusa o determinismo e mostra a história humana como um feixe de possibilidades. 

O livro conta ainda com a colaboração de Ana Maria Araújo Freire, através das notas explicativas, e prefácio de Leonardo Boff.

Tudo Sobre Ti - Melissa Hill

Jess, que tem um casamento feliz, sente-se cada vez mais posta de parte por ser a única que não tem filhos no seu grupo de amigas. Com medo de as perder, pergunta-se se estará na altura de ser igualmente mãe. 

Entretanto, a atriz de Hollywood Ruth Seymour está prestes a regressar a casa. Mas um romance inoportuno com um colega de profissão teve consequências graves e imprevistas. E Nina, há pouco abandonada pelo namorado, volta para a pequena aldeia irlandesa de Lakeview para viver com o seu distante pai, Patrick. 

Embora vá ter de o fazer, ainda não se atreve a contar-lhe o segredo que esconde. Uma coisa é certa: alguém sabe mais do que está a dizer. E a verdade não ficará escondida para sempre…

Boneco de Neve - Jo Nesbo

Considerado seu livro mais ambicioso pelo jornal inglês The Guardian e comparado a Silêncio dos Inocentes, de Thomas Harris, pelo The Times, Boneco de neve é o seu livro mais arrepiante. 

No dia da primeira neve do ano, na fria cidade de Oslo, o inspetor Harry Hole se depara com um psicopata cruel, que cria suas próprias regras. 

O terror se espalha pela cidade, pois um boneco de neve no jardim pode ser um aviso de que haverá uma próxima vítima. 

No caso mais desafiador da sua carreira, Hole se envolve em uma trama complexa e mortal, com final surpreendente.

27 de mar de 2014

Gravidade - Tess Gerritsen

A pesquisadora Emma Watson está prestes a realizar a missão mais importante de sua vida: estudar o comportamento da vida terrestre no espaço. 

Escolhida pela Nasa para conduzir uma série de experimentos sobre o comportamento de organismos unicelulares, a Dra. Watson logo descobre a natureza aterrorizante desses organismos e precisa correr contra o tempo para conter uma doença mortal que pode ameaçar a Terra. 

Tess Gerritsen se aventura no campo do desconhecido, e o resultado é este suspense que mistura, de forma brilhante, ficção científica e medicina.

O Segredo do Meu Marido - Liane Moriarty

Ela virou o envelope. Estava lacrado com um pedaço de fita adesiva amarelada. Quando a carta tinha sido escrita? Parecia velha, como se tivesse sido anos antes, mas não havia como saber ao certo. Imagine que seu marido tenha lhe escrito uma carta que deve ser aberta apenas quando ele morrer. Imagine também que essa carta revela seu pior e mais profundo segredo - algo com o potencial de destruir não apenas a vida que vocês construíram juntos, mas também a de outras pessoas. Imagine, então, que você encontra essa carta enquanto seu marido ainda está bem vivo... 

Cecilia Fitzpatrick tem tudo. É bem-sucedida no trabalho, um pilar da pequena comunidade em que vive, uma esposa e mãe dedicada. Sua vida é tão organizada e imaculada quanto sua casa. 

Mas uma carta vai mudar tudo, e não apenas para ela: Rachel e Tess mal conhecem Cecilia - ou uma à outra -, mas também estão prestes a sentir as repercussões do segredo do marido dela. 

Um romance emocionante, O Segredo do Meu Marido é um livro que nos convida a refletir até onde conhecemos nossos companheiros - e, em última instância, a nós mesmos. 

Quinto livro de Liane Moriarty, O Segredo do Meu Marido alcançou o primeiro lugar na lista de mais vendidos do The New York Times apenas duas semanas após seu lançamento. Considerado pelas revistas People e Entertainment Weekly um dos 10 melhores livros de 2013, foi eleito também o melhor livro do mês de agosto pela Amazon. - O Segredo do Meu Marido já teve os direitos de publicação vendidos para mais de 20 países e os direitos cinematográficos adquiridos pela CBS.

26 de mar de 2014

O Projeto Rosie - Graeme Simsion

Para se ter a vida de Don Tillman, não é preciso muito esforço. Às terças-feiras come-se lagosta com salada de wasabi (seguindo um roteiro com refeições padronizadas que evitam o desperdício de ingredientes e de tempo no preparo); todos os compromissos são executados de acordo com o cronograma – alguns minutos reservados para a prática do aikido e do caratê antes de dormir; uma hora para limpar o banheiro; três dias da semana reservados para suas idas à feira – e se, apesar dessa programação, algum desagradável contratempo surgir em sua rotina, não há nada que não possa ser solucionado com meia hora de pesquisa científica.

Exceto as mulheres.

Até o momento, a única coisa não esclarecida pelos estudos no campo de atuação de Don, a genética, é o motivo para sua incapacidade de arrumar uma esposa. Uma namorada ao menos? Ou até mesmo uma amiga para somar ao seleto grupo de amigos de Don, formado por Gene, também professor na universidade, e a mulher dele, Claudia, psicóloga e esposa muito compreensiva.

Para solucionar esse problema do modo mais eficaz, Don desenvolve o Projeto Esposa, um questionário meticuloso que irá ajudá-lo a filtrar candidatas inadequadas a seu estilo de vida: fumantes JAMAIS, e mulheres que se atrasam por mais de cinco minutos ou que usam muita maquiagem estão fora dos critérios pouco flexíveis que o levarão à mulher ideal. 

O único problema é que um questionário desse tipo exige tempo e dedicação, duas coisas que começaram a diminuir exponencialmente no cotidiano de Don desde que ele conheceu Rosie: fumante, vegetariana e incapaz de chegar na hora marcada. 

Ou esse era o único problema até Rosie entrar na vida de Don e – despretensiosamente, uma vez que ela nunca se candidatou ao Projeto Esposa – mostrá-lo que a mulher ideal não existe, mas o amor, sim.

25 de mar de 2014

Nu, de Botas - Antonio Prata

Em Nu, de botas, Antonio Prata revisita as passagens mais marcantes de sua infância. As memórias são iluminações sobre os primeiros anos de vida do autor, narradas com a precisão e o humor a que seus milhares de leitores já se habituaram na Folha de S.Paulo, jornal em que Prata escreve semanalmente desde 2010. 

Aos 36 anos, Prata é o cronista de maior destaque de sua geração e um dos maiores do país. São de sua lavra alguns bordões que já se tornaram populares - como “meio intelectual, meio de esquerda”, título de seu livro anterior e de um seus textos mais célebres -, bem como algumas das passagens mais bem-humoradas da novela global Avenida Brasil, em que atuou como colaborador de João Emanuel Carneiro. 

Prata também é um dos integrantes da edição Os melhores jovens escritores brasileiros, da revista inglesa Granta. As primeiras lembranças no quintal de casa, os amigos da vila, as férias na praia, o divórcio dos pais, o cometa Halley, Bozo e os desenhos animados da tevê, a primeira paixão, o sexo descoberto nas revistas pornográficas - toda a educação sentimental de um paulistano de classe média nascido nos anos 1970 aparece em Nu, de botas. 

O que chama a atenção, contudo, é a peculiaridade do olhar. Os textos não são memórias do adulto que olha para trás e revê sua trajetória com nostalgia ou distanciamento. Ao contrário, o autor retrocede ao ponto de vista da criança, que se espanta com o mundo e a ele confere um sentido muito particular - cômico, misterioso, lírico, encantado.

Caláfrio - Sandra Brown

A bem-sucedida jornalista Lilly Martin queria apenas vender seu chalé nas montanhas e se livrar do último vínculo que mantinha com seu ex-marido, o delegado Dutch Burton. 

Mas uma violenta tempestade de neve adia um pouco mais sua saída da gélida e afastada Clearly, na Carolina do Norte: ao deixar a cidade, Lilly perde o controle do carro e atropela acidentalmente Ben Tierney. Sem outra escolha, os dois são obrigados a esperar juntos, em um chalé, o mau tempo passar. 

Com a estrada interditada, celulares sem sinal, linhas telefônicas inoperantes, pouca comida, nenhuma lenha e a água congelando nos canos, Lilly descobre que sua maior ameaça não é o clima, mas o homem misterioso com quem divide a casa.

24 de mar de 2014

O Homem de Todas as Minhas Vidas - Vanessa Bosso

Qual mulher não quer amar e ser amada além da vida? Melhor ainda, por todas as suas vidas? 

Lise reconhece que o amor pode ser um presente e também uma maldição. Nascida com o dom de relembrar todas as suas vidas anteriores, ela sabe que sua alma gêmea sempre conseguiu encontrá-la, independente das adversidades, alcançando seu coração com aqueles belos olhos violeta. 

Recorda-se, com amargura, que sua felicidade ao lado daquele homem nunca durou, já que suas vidas sempre terminaram em sangue, dor e morte. 

Disposta a mudar o seu destino, resolve fugir do mundo e viver em uma pequena cidade perdida no meio do nada, longe de tudo... inclusive, da possibilidade de amar. Mas ninguém foge ao seu destino. 

O reencontro com o homem de todas as suas vidas já está escrito e o amor ressurgirá de forma avassaladora, acionando de imediato o cronômetro que os levará a uma nova tragédia. Mesmo conhecendo o desfecho, será que Lise manterá sua sanidade e resistirá a esse homem? Poderá ela mudar o final dessa história? 

E afinal, por que isso acontece vida após vida? 

O Homem de Todas as Minhas Vidas mostra como os verdadeiros sentimentos podem ultrapassar o tempo e espaço. Prepare-se para viver uma trama cheia de reviravoltas, fantasmas do passado e do presente e, mais do que tudo, uma verdadeira celebração à vida como só Vanessa Bosso seria capaz de fazer.

23 de mar de 2014

O Desfiladeiro do Medo - Clive Barker

O Desfiladeiro do Medo é um livro sem paralelo: uma descrição implacável e irresistível de Hollywood e seus demônios, contada com um estilo cru e o poder narrativo que transformaram os livros e filmes de Clive Barker em fenômenos mundiais. Hollywood transformou Todd Pickett em um astro. 

O tempo, porém, está lhe cobrando um preço por isso. Ele não tem mais o rosto perfeito do ano anterior. Após uma cirurgia malfeita, Todd precisa de um lugar onde possa esconder-se durante algum tempo, enquanto as cicatrizes desaparecem. 

Querendo ser momentaneamente esquecido instala-se em uma mansão no Coldheart Canyon, um recanto da cidade tão secreto, que sequer consta nos mapas. Tammy Lauper, presidente de seu fã-clube, chega à cidade de Los Angeles decidida a solucionar o mistério do desaparecimento de Todd. 

Lá chegando, descobre segredos a respeito do Coldheart Canyon: os espíritos da “Lista A” dos astros e estrelas falecidos de Hollywood que vieram participar de orgias no canyon…

22 de mar de 2014

Moby Dick - Herman Melville

Na cidade de New Bedford, em Massachusetts, o marinheiro Ismael conhece o arpoador Queequeg e, juntos, partem para a ilha de Nantucket em busca de trabalho no mercado de caça às baleias. 

Lá, eles embarcaram no baleeiro Pequod para uma viagem de três anos aos mares do sul. Entre eles, tripulantes de diversas nacionalidades: os imediatos Starbuck, Stubb e Flask; os arpoadores Tashtego e Daggoo, além de Ahab, o sombrio capitão que ostenta uma enorme cicatriz do rosto ao pescoço e uma perna artificial, feita do osso de cachalote. 

Obcecado por encontrar a fera responsável por seus ferimentos e que nenhum arpoador jamais conseguiu abater - a temível "Moby Dick" -, o capitão Ahab conduz o baleeiro e toda a sua tripulação por uma rota de perigos e incertezas.

12 Anos de Escravidão - Solomon Northup

O livro que deu origem ao filme vencedor do 71º Globo de Ouro e indicado para o Oscar 2014 em 9 categorias. 

12 Anos de Escravidão é um livro de memórias angustiantes sobre um dos períodos mais sombrios da história norte-americana. 

Ele relata como Solomon Northup, nascido um homem livre em Nova York, foi atraído para Washington, D.C., em 1841, com a promessa de um emprego, e então drogado, espancado e vendido como escravo. 

Ele passou os doze anos seguintes de sua vida em cativeiro, trabalhando, na maior parte do tempo, em uma plantação de algodão em Louisiana. Após seu resgate, Northup escreveu este registro excepcionalmente vívido e detalhado da vida escrava. 

Tornou-se um sucesso imediato e, hoje, é reconhecido por sua visão incomum e eloquência, como um dos poucos retratos realmente fiéis da escravidão americana, redigido por alguém tão culto quanto Solomon Northup — uma pessoa que viveu sua vida sob a óptica de uma dupla perspectiva: ter sido tanto um homem livre como um escravo. 

Nas telinhas do Cinema, Solomon Northup foi interpretado pelo ator Chiwetel Ejiofor e Brad Pitt interpretou o abolicionista canadense que ajudou Solomon a reconquistar sua liberdade, além de ser o produtor do filme. 

Um relato surpreendente de um importante período, que conta em detalhes históricos, os perigos, os horrores e humanidade da vida de um grande número de escravos. Uma peça inestimável da História: as memórias de Solomon Northup.

21 de mar de 2014

Resenha: Dançando sobre Cacos de Vidro - Ka Hancock

Um livro tocante e triste, uma mistura de drama e sick-lit (livros de doenças). Escrito em uma linguagem fácil e envolvente, de narrativa intensa e suave, fala de superação, amor, família e morte, todos muito bem dosados pela autora.

Em seu livro de estreia, Ka Hancok (enfermeira) conseguiu reunir uma história comovente, bonita, delicada, triste e até mesmo cruel, ao mesmo tempo revelando um lado maduro, intenso e reflexivo, com muitas passagens marcantes e emocionantes. Talvez sejam esses os motivos que fizeram da narrativa um sucesso. 
"(...) Quem junta os pedaços quando você desmonta?"
Lucy Houston e Mickey Chandler são os protagonistas dessa história. Ela sofre de câncer. Ele tem transtorno bipolar. Eles se conhecem e se apaixonam e mesmo apesar de todos os empecilhos, da pouca fé de alguns depositada no relacionamento deles, Lucy nunca deixou de acreditar no amor que nutria por Mickey. Um amor inspirador, que supera todos os obstáculos para se tornar possível.

Lucy perdeu o pai, muito cedo, de forma trágica assassinado em um assalto, anos depois perdera a mãe vítima do câncer. Tanto ela quanto suas duas irmãs mais velhas herdaram o gene da doença.

Contrariando a família e amigos, Mickey e Lucy se casam mesmo sabendo das dificuldades e fardos que ambos carregam, mas movidos por um amor muito maior.
“Lucy me amava — mesmo com parafusos soltos, peças sobressalentes e partes danificadas. Ela amava o pacote todo — dizia que devia ser assim ou não faria sentido me amar. Jurou, faz uma eternidade, que isso era verdade e fez jus a esse juramento. Quem teria acreditado nisso?”
Para o casamento dar certo, no entanto, Mickey e Lucy impuseram regras, como: aceitar a doença de Mickey e entender que as variações de humor não são culpa dele e o principal: jamais ter filhos e passar a herança genética de suas doenças para eles. Por este motivo, aos 27 anos Lucy fez uma histerectomia. Quando completam 11 anos de casados, Lucy descobre que está grávida, mesmo contrariando todas as possibilidades.

E a partir desse momento, o livro segue um rumo impressionante. É comovente e ao mesmo tempo engrandecedor, acompanhar a luta de Lucy contra o câncer, e foi maravilhoso saber que ela não desistiu de sua filha. Como em qualquer relação, o casal têm altos e baixos, dias bons e dias ruins e alguns terríveis. 
“Nós dois iremos cometer erros, falou, mas ofereceremos equilíbrio um ao outro.” 
Adorei a forma como a autora intercala presente e passado. Embora o foco da trama esteja no presente, em vários momentos o leitor é levado ao passado, onde irá descobrir como Lucy conheceu Mickey, como se desenrolou o relacionamento dos dois, as dificuldades das respectivas doenças, os problemas enfrentados no casamento e com a família.

Lucy é extremamente dedicada às pessoas que ama, é uma mulher forte e cativante, não tem como não admirá-la, seja por suas atitudes ou por seus sentimentos. Mickey luta contra seus próprios demônios, seus problemas vão muito além de sua doença. O leitor vai perceber aos poucos o que Lucy enxergou através de toda disfunção de Mickey - um homem de bom coração, gentil, doce e apaixonado. O amor dos dois transcende a barreira do imaginário, a força que os une faz com que eles pareçam ser realmente certos um para o outro.

Mickey sofre com sua bipolaridade, mas nem por isso deixa de ser um esposo maravilhoso. Mesmo com toda a complicação de sua doença, continua sendo carinhoso e tenta agradá-la a todo o momento. Outras personagens também se destacam ao longo da narrativa, como as irmãs de Lucy e os médicos do casal, alguns por sua generosidade, outros pela devoção.

A autora nos esclarece com muita veracidade e realidade como é a vida de alguém que vive não só com uma doença debilitante, mas duas. Mostra com humanidade e honestidade todas as suas pretensões, não deixando o leitor na dúvida ou na omissão dos fatos.
”— Lucy, todo casamento é uma dança: complicada às vezes, maravilhosa em outras. Na maior parte do tempo não acontece nada de extraordinário. Com Mickey, porém, haverá momentos em que vocês dançarão sobre cacos de vidro. Haverá sofrimento. Nesse caso, ou você fugirá ou aguentará firme até o pior passar. - Interiorizei as palavras dele, enquanto as lágrimas escorriam pelo meu rosto." 
O final não é imprevisível, no entanto Ka Hancock soube exatamente conduzir a história de forma a deixar o leitor sem saber se o esperado seria inesperado. Neste livro o leitor vai rir dos bons momentos, vai chorar pelo sofrimento das personagens e vai perceber como a vida é preciosa até os últimos segundos. É o tipo de história que faz você chorar (muito mesmo e muitas vezes) e também faz você parar para refletir...
"Acariciei o rosto de Mickey e pensei naquele dia, muitos anos antes, quando Gleason me falou como seria a nossa vida. Não demorou para que eu entendesse o que ele quisera dizer. Cacos de vidro. Nesse momento, estávamos descalços e dançando sobre um mar de cacos de vidro. Por mais verdadeiro que isso fosse, porém, Mickey sabia que eu dançaria com ele para sempre se pudesse, mesmo que meus pés sangrassem." 
Considero a leitura do livro obrigatória para quem gosta de uma história real e humana. Como eu esperava ao começar a leitura, Dançando sobre Cacos de Vidro é um livro lindo, intenso, com lições de vida importantíssimas e mensagens nem sempre positivas, porém tocantes. Foi uma leitura que mexeu profundamente comigo e deixou uma marca permanente.

Aprendi que o impossível não existe, que a fé move a vida, que tudo que acontece conosco tem um propósito e o quanto devemos valorizar a vida, o amor, a família e os amigos.

Por Bebendo Livros

Lua de Sangue - Andrea Cremer

Um romance juvenil arrebatador. Ao misturar opressão social e feminismo com um mundo fantástico de feiticeiros e lobisomens, Andrea Cremer chegou à cobiçada lista do New York Times.

Neste segundo volume da série Nightshade, que acompanha as aventuras de Calla, líder da alcatéia homônima, acompanhamos os acontecimentos logo após Sob a luz da lua. Quando Calla acorda no quartel-general dos Inquisidores, seus maiores inimigos, ela acredita que seus dias estão contados. 

Mas quando estes oferecem ajuda salvar sua matilha, ela deve decidir em quem confiar. Se nos mestres que a traíram ou nestes novos ‘amigos’. Cabe a Calla lidar com a liberdade de finalmente escolher as próprias batalhas e trilhar seu destino.

20 de mar de 2014

O Fim da Infância - Arthur C. Clarke

Em plena Guerra Fria, enquanto russos e americanos se preparam para a corrida espacial, imensas naves surgem sobre as principais capitais do mundo, revelando um dos grandes mistérios da humanidade: O homem não está sozinho no universo. 

Seus ocupantes, chamados de Senhores Supremos, dominam a Terra de forma pacífica e melhoram substancialmente as condições de vida. 

A ignorância, a guerra e a pobreza deixam de existir, dando início a uma era de ouro. 

Porém, uma dúvida assombra a humanidade: quais seriam os verdadeiros objetivos dos Senhores Supremos? Até quando suas políticas iriam coincidir com o bem-estar dos homens? As respostas para essas questões podem revelar uma verdade aterradora.

Cores de Outono - Keila Gon

O inesperado, o impossível, o destino... 

Quem ama escolhe seus caminhos, vence o medo, ultrapassa a razão, duela com a dúvida entre o certo e o fácil para seguir seu coração. 

Melissa encontrou em um olhar as revelações de toda uma vida e longe da lógica escolheu o caminho confuso, mas surpreendente do amor. Ela chegou à pequena cidade da montanha com a responsabilidade de cuidar de Alice, sua irmã caçula, esperando uma vida simples. 

Mas se viu envolvida por Vincent, um estranho arrogante, dono de irresistíveis olhos turquesa que vai levá-la através da sombra e da luz para revelar surpresas inimagináveis de um Mundo Mágico perigoso e fascinante. 

A cada encontro este homem misterioso amedronta e encanta; desperta sentimentos e a faz duvidar de sua coragem. Mas, antes que Melissa seja arrebatada por esse amor, ela precisa enfrentar elfos, magos e intrigas em um mundo inóspito que testará seu coração. 

Cores, de outono é o primeiro volume de uma saga mágica que vai instigar emoções e paixões.

19 de mar de 2014

A Decodificadora - E. F. Morais

Porque o amor algumas vezes precisa ser decifrado! 

As vozes se alternavam dentro do recinto indo e vindo desordeiramente dentro da sua mente pesada. Bárbara tentou se situar e teve dificuldades para se lembrar do que tinha acontecido. Foi tudo tão rápido que ela ainda se perguntava o que tinha acontecido. 

Talvez alguém tivesse colocado algo na bebida do fim de noite, porque ela se lembrava apenas de ter se sentido tonta e de alguém a segurando antes dela apagar. Tentou se mover e percebeu que suas mãos estavam atadas. Uma venda cobria seus olhos e tudo que ela podia sentir era a presença de algumas pessoas na sala ou onde quer que ela estivesse. - Está acordando. 

A voz masculina era rouca e baixa. Alguns passos e o barulho da maçaneta indicou que seja quem for que estivesse ali tinha saído. Uma mão fria e macia tirou sua venda. Ela sacudiu a cabeça tentando fazer com que seus olhos se adaptassem à luz. 

Sentada à sua frente uma moça ruiva e de traços bonitos a olhava cuidadosamente. - Como se sente? Bárbara a encarou confusa. Jesus, ela estava falando em inglês? Era isso mesmo? Ela não se deu o trabalho de responder. Estava mais que apta a falar e compreender o idioma e na verdade o fazia com fluência, mas foi pega de surpresa. 

Assim continuou muda. A ruiva fez uma nova tentativa. - Você está bem Babi? Babi? Esse era um apelido muito particular. Apenas algumas pessoas mais íntimas a chamavam dessa maneira e essa moça de maneira alguma era sequer uma conhecida, quanto mais uma amiga. De fato, Bárbara tinha uma ideia do que podia estar acontecendo. 

Olhou a sua volta. Estava em uma sala de interrogatório em algum departamento de polícia. Ambiente frio e cinzento. A ruiva a encarava sem muita expressão embora os olhos denunciassem certa preocupação. - Poderia desamarrar minhas mãos? Ela falou em português porque precisava ter certeza que a estranha compreendia ambas as línguas. A ruiva deu um sorriso contido e falou novamente em inglês. - Não posso compreender sua língua. Fale em inglês, eu sei que você pode. 

Bárbara repetiu o pedido em inglês e a ruiva se levantou indo até ela e desatando o nó apertado da corda. A moça esfregou os pulsos e olhou para a mulher que se manteve em pé. Ela era alta e magra com um corpo escultural dentro de um jeans e uma fina camisa branca. - Vamos ao que interessa Babi. 

Sabemos que você recebeu uma mensagem para decodificar destinada a Julian Martinez. A ruiva alta debruçou-se sobre a mesa e encarou a moça de frente. - Onde está? 

Bárbara riu, não em desafio, mas por pura incredulidade. Aquela mulher tinha que ser louca porque de maneira alguma ela daria com a língua nos dentes para alguém desconhecido e entregaria Julian tão facilmente.

O Carrasco do Amor - Irvin D. Yalom


Solidão, desprezo, obsessões amorosas, depressão... 

Este livro traz a história de dez pacientes que procuraram soluções para seus problemas cotidianos, buscaram terapia e que se depararam com as raízes das próprias dores da maneira mais crua. 

Um livro que mostra como é possível enfrentar as verdades da existência e aproveitar tal poder para mudar e crescer em nível pessoal.

18 de mar de 2014

A Tempestade - William Shakespeare

Última peça escrita por Shakespeare, A tempestade é uma história de vingança, é uma história de amor, é uma história de conspirações oportunistas e é uma história que contrapõe a figura disforme, selvagem, pesada dos instintos animais que habitam o homem à figura etérea, incorpórea, espiritualizada de altas aspirações humanas, como o desejo de liberdade e a lealdade grata e servil. 

Uma Ilha é habitada por Próspero, Duque de Milão, mago de amplos poderes, e sua filha Miranda, que para lá foram levados à força, num ato de traição política. Próspero tem a seu serviço Caliban, um escravo em terra, homem adulto e disforme, e Ariel, o espírito servil e assexuado que pode se metamorfosear em ar, água ou fogo. 

Os poderes eruditos e mágicos de Próspero e Ariel combinam-se e, depois de criar um naufrágio, Próspero coloca na Ilha seus desafetos (no intuito de levá-los à insanidade mental) e um príncipe, noivo em potencial para a filha. 

Se o amor acontece entre os dois jovens, se a vingança de Próspero é bem-sucedida, se Caliban modifica-se quando conhece os poderes inebriantes do vinho numa cena cômica com outros dois bêbados, tudo isso Shakespeare nos revela no enredo desta que por muitos é considerada sua obra-prima – uma história de dor e reconciliação

Um Conto do Destino -- Mark Helprin

É possível amar alguém tão plenamente que a pessoa não pode morrer? Entre o amor e o destino, entre a luz e a escuridão, milagres podem acontecer! 

Em uma noite especialmente fria, o exímio mecânico – e larápio – Peter Lake consegue invadir uma mansão do Upper West Side que mais parece uma fortaleza. 

Ele pensa que não há ninguém em casa, mas a filha do dono o surpreende em plena ação. 

Assim começa o romance entre o ladrão de meia-idade e Beverly Penn, uma jovem que tem pouco tempo de vida. O amor que os une é tão poderoso que levará Peter Lake, um homem simples e sem instrução, a desejar parar o tempo e trazer os mortos de volta. 

Surpreendente e intenso, "Um Conto do Destino" nos transporta do século 19 ao final do século 20, na virada do milênio. Os personagens se encontram e se perdem ao sabor do destino, que insiste em brincar com aqueles que encontra pelo caminho. 

Uma pintura mágica da beleza e do amor, sobre a morte que desafia e sobre a vida que se afirma sobre ela.

17 de mar de 2014

Branca como o leite, Vermelha como o sangue - Alessandro D'Avenia

Chega ao Brasil Branca como o leite, vermelha como o sangue, de Alessandro D’Avenia, o romance sobre o ano mais intenso na vida de um jovem, em que ele aprende a lidar com os próprios sentimentos e, consequentemente, com seu amadurecimento. 

Leo é um garoto de dezesseis anos como tantos: adora o papo com os amigos, o futebol, as corridas de motoneta, e vive em perfeita simbiose com seu iPod. As horas passadas na escola são uma tortura, e os professores, “uma espécie protegida que você espera ver definitivamente extinta”. Apesar de toda a rebeldia, ele tem um sonho que se chama Beatriz. 

E, quando descobre que ela está terrivelmente doente, Leo deverá escavar profundamente dentro de si, sangrar e renascer para a vida adulta que o espera. 

Um traço interessante na narrativa de D’Avenia é a técnica de utilizar cores para descrever os sentimentos e as sensações do menino Leo; por exemplo, o branco, sinônimo de solidão e silêncio: “O silêncio é branco. Na verdade, o branco é uma cor que não suporto: não tem limites. (...) Ou melhor, o branco não é sequer uma cor. Não é nada, é como o silêncio.” (p. 10) 

O leitor perceberá a transformação de um garoto com todas as características da juventude – rebelde, egoísta, egocêntrico – numa pessoa madura e responsável. Essa mudança começa a ser percebida quando Leo deixa de jogar o jogo decisivo do campeonato de futebol para cuidar de sua amiga doente. 

A convivência despertará nele o sentimento de cumplicidade e do verdadeiro amor, promoverá o debate do que é realmente o sonho e mostrará que, no crescimento emocional, é importante a presença de um orientador, um mentor.

Branca como o leite, vermelha como o sangue não é apenas um romance de formação ou uma narrativa de um ano de escola: é um texto corajoso que, por meio do monólogo de Leo – ora descontraído e divertido, ora mais íntimo e atormentado –, conta o que acontece no momento em que, na vida de um adolescente, irrompem o sofrimento e o pesar, e o mundo dos adultos parece não ter nada a dizer.

Verdade Ao Amanhecer - Ernest Hemingway

Misturando ficção e autobiografia, Hemingway nos brinda com Verdade ao amanhecer, auto-retrato bastante revelador e crônica dramática de seu último safári na África. 

Escrito em 1853, quando voltava de uma temporada no Quênia, a obra tece uma história rica em humor e beleza. Verdade ao amanhecer começa no momento em que Pop, famoso caçador, entrega a Hemingway a responsabilidade pela área de caça onde está seu safári. 

O fato coincide com rumores de que o território poderá ser atacado por uma organização africana que se opõe ao poder colonial dos ingleses. Enquanto o ataque não vem, Mary, a esposa de Hemingway, empenha-se em caçar um leão pelo qual está obcecada. 

Acrescentando ao seu dramático painel humano pinceladas de fino humor, Hemingway captura a excitação da caça aos grandes animais selvagens, assim como a incomparável beleza do cenário africano, as grandes planícies cobertas de neblina cinzenta, o perfil de zebras e gazelas contra o horizonte, grifos de hiena ferindo a noite escura e gelada. 

Nesta obra, o autor satiriza, entre outras coisas, o papel da religião organizada na África. Reflete também sobre o próprio ato de escrever e sobre o papel do autor no estabelecimento da verdade.

16 de mar de 2014

O Menino da Mala - Nina Borg

“Você adora salvar as pessoas, não é? Bem, aqui está a sua chance.” Mesmo sem entender o que sua amiga Karin quer dizer com isso, Nina atende seu pedido e vai até a estação ferroviária de Copenhague buscar uma mala no guarda-volumes. Dentro, encontra um menino de 3 anos nu e dopado, mas vivo.

Chocada, Nina mal tem tempo de pensar no que fazer, pois um brutamontes furioso aparece atrás do garoto. Será que ela está diante de um caso de tráfico de crianças? Sem saber se deve confiar na polícia, ela foge com o menino e vai à procura de Karin, a única que pode esclarecer aquele absurdo.

Quando descobre que a amiga foi brutalmente assassinada, Nina se dá conta de que sua vida está ameaçada e que o garoto também precisa ser salvo. Mas, para isso, é necessário descobrir quem ele é, de onde veio e por que está sendo caçado.

Neste primeiro livro da série da enfermeira Nina Borg, vendido para 27 países, as autoras Lene Kaaberbøl e Agnete Friis apresentam uma heroína que luta contra seus demônios e busca fazer justiça em meio à crueldade e à indiferença do mundo.

15 de mar de 2014

Onde Terminam os Arco-Íris - Cecelia Ahern

Um encantador romance sobre dois amigos de infância com quem o destino parece brincar. 

De crianças travessas a adolescentes rebeldes, Rosie e Alex uniram-se como unha e carne, mas a família de Alex se muda e eles se separam. 

A mágica conexão entre os dois acompanha os altos e baixos da vida de cada um, mas nenhum deles sabe se sua amizade conseguirá sobreviver à distância. 

Mal-entendidos, circunstâncias e a mais absoluta má sorte os mantiveram separados. 

Mas quando se virem diante da última oportunidade, apostarão tudo em nome do verdadeiro amor?

14 de mar de 2014

Resenha: Um Cappuccino Vermelho - Joel G. Gomes

Este livro foi escrito originalmente em 2001, mas foi publicado somente em 2012. Narrado em 3ª pessoa, escrito em português de Portugal “Um Cappuccino Vermelho” traz uma trama de suspense elaborada e instigante. A escrita é clara e marcante, e Joel G. Gomes em sua estréia executa muito bem a arte de incitar a curiosidade do Leitor.

O livro fala sobre dois autores, Ricardo Neves (apreciador de café) e João Martins, e como suas histórias se fundem ao longo da trama.
"Para Ricardo o café era uma bebida - uma bebida que ele adorava e sobre a qual sabia tudo, mas ainda assim - apenas uma bebida."
Ricardo Neves tem uma vida dupla. Por um lado é um assassino profissional implacável, por outro lado, é um escritor de policiais. A sua duplicidade começa a confundir-se quando um contrato o leva muito perto da sua segunda vida, tudo se complica quando ele recebe uma lista com seus novos alvos.
"Ricardo desviou o olhar como se não fosse com ele. Deu um primeiro golo no seu cappuccino ao mesmo tempo que ela."
João Dias também é escritor e ele também passa por crises criativas, no entanto acaba por ter uma ideia para um novo livro, e acaba por se surpreender quando as pessoas à sua volta começam a morrer exatamente como ele descreve no seu livro. Será que tem alguma influência no assassino?

As histórias das personagens se misturam, e segue até o desfecho do livro com uma dúvida entre o que é realidade e o que é fantasia. Acabamos por torcer pelo assassino e desejando que ele não seja apanhado.
"Era altura de tomar uma decisão. De um lado a imaginação, do outro premonição. Qual delas seria a verdadeira causa do problema? Seria ele o autor ou somente um mero espectador?"
"Mas a morte não se esquece de ninguém, não simpatiza com ninguém e, quando chegar a tua vez, vais sentir isso na pele."
Fatos importantes são repassados quando necessário, e a tensão aumenta com o clima de suspense. O final do livro é bastante inusitado e com certeza surpreenderá o leitor.

Por Bebendo Livros


13 de mar de 2014

Estação Polar - Matthew Reilly

Numa das regiões mais inóspitas do globo, entre imensas geleiras e ventos violentos, se esconde um segredo com mais de 400 milhões de anos. Um fato inacreditável que pode mudar completamente as atuais teorias sobre vida extraterrestre. 

Em Estação Polar, o australiano Matthew Reilly compõe uma trama que mescla suspense, mortes e aventura num technothriller que colocou seu nome no seleto clube dos melhores do gênero, como Tom Clancy. 

Sob o gelo da estação polar Wilkens, no coração da Antártida, um grupo de cientistas americanos investiga a descoberta de um objeto metálico. Os testes com carbono 14 indicam que o artefato é mais antigo do que a presença humana na Terra e se assemelha, de forma suspeita, com uma nave espacial. 

O que parece a descoberta científica do século começa a se desenhar com um mistério insondável quando o sumiço de dois dos cientistas leva ao envolvimento de serviços de inteligências de várias potências mundiais. Para investigar o caso e acabar com as especulações o governo americano envia o enigmático fuzileiro Shane Schofield. Um oficial diferente, durão e dono de inteligência fora do comum. 

Mas Shane também é dotado com uma visão sobre-humana, cortesia de um acidente que lhe valeu estranhos implantes oculares e o apelido de Espantalho. Enfrentando os interesses de diferentes nações, estranhas criaturas submarinas e agentes duplos, ele precisa de toda sua astúcia para impedir que a descoberta venha à público e crie pânico mundial. 

A habilidade de Reilly em transformar a narrativa em um enredo verossímil empolgou leitores ávidos de ação em todo o mundo. Com ritmo alucinante e muita intriga, Estação Polar revela novas ameaças e desafios a cada virada de página.

Crianças francesas não fazem manha - Pamela Druckerman

Exaustão com o choro e a manha das crianças pequenas, falta de tempo para suas próprias necessidades e para um convívio romântico em casal, sofrimento com insegurança, preocupação excessiva, dependência e culpa. Tudo isso faz realmente "parte do pacote" de ter filhos?

Pamela Druckerman começou a perceber que, na França, a resposta é um enfático não. A jornalista americana se muda para Paris logo após se casar. Lá, além das diferenças culturais mais conhecidas, começa a observar que as crianças se comportam de forma muito mais educada do que jamais viu. Estarrecida, ela percebe que os jantares nas casas dos franceses não são eventos caóticos em que crianças interrompem os adultos, brigam com os irmãos ou reclamam dos legumes. 

Esse é apenas um dos exemplos que a fazem querer descobrir qual é a mistura de autoridade e relaxamento dos pais que faz com que as crianças francesas sejam tão comportadas, sem ficarem reprimidas ou sem personalidade. Afinal, qual é o segredo para que durmam a noite toda? Para que não tenham ataques de birra em público? Para que sentem-se de maneira educada à mesa e experimentem muito mais do que nuggets e batatas? Para que desenvolvam a autoestima e se tornem articuladas? Os pais que ela observou em Paris parecem ter encontrado o equilíbrio perfeito entre ouvir os filhos e deixar claro que são os adultos que mandam. 

Dentro de um limite conhecido como cadre, essas crianças têm total liberdade e autonomia, mas fora dele, quem exerce autoridade são os pais. Pamela nota que os franceses conseguem balancear admiravelmente suas necessidades e as das crianças, não se acorrentam a um falso conceito de pais perfeitos e, ainda assim, são atentos, carinhosos e criam filhos educados e felizes. 

A autora empreende uma surpreendente jornada pela cultura francesa e passa a rever alguns conceitos da criação de filhos. Por anos, ela investiga as respostas a essas e outras questões, além de viver muitas experiências no próprio cotidiano, já que se torna mãe em Paris. 

O resultado é um relato inteligente, bem-humorado e ao mesmo tempo bem-fundamentado dos segredos dos franceses para ter filhos criativos e educados - e também um manual para os pais não se tornarem escravos de pequenos tiranos.

12 de mar de 2014

É a vida - Carlos Lopes

Não há maior mentira que a morte. Na antiguidade os homens de negocio se aconselhavam com filósofos. Tales de Mileto era um dos mais requisitados. Quando lhe perguntavam: Qual a coisa mais difícil do mundo? Ele respondia: Conhecer-se a si mesmo! E a mais fácil? Dar conselhos aos outros. Neste livro vou falar apenas do que conheço de mim. 

Quem quizer entendê-lo como um conselho para si pode fazê-lo. É da sua inteira responsabilidade. É uma opção sua. Acredito que vai gostar, pensar, divertir-se ou chocar-se com muitas das reflexões e histórias contidas nele, mas porque a vida é feita de escolhas, pode escolher não lê-lo . Tal como o outro que de tanto ler sobre os malefícios do tabaco e as consequencias horriveis de fumar resolveu...finalmente...deixar de ler. 

Ao longo de minha existencia, procurei dar um sentido a vida, a minha vida e, depois de tantas experiencias vividas com tanta intensidade e paixão, escolhi resumi por escrito, neste ensai literario que é uma das bases de meu equilibrio pessoal, as unicas certezas que tenho e que são apenas estas duas. - Estamos ligados a tudo. - Só o amor faz sentido

Eu me chamo Antônio - Pedro Gabriel

Antônio é o personagem de um romance que está sendo escrito e vivido. Frequentador assíduo de bares, ele despeja comentários sobre a vida — suas alegrias e tristezas — em desenhos e frases escritas em guardanapos, com grandes doses de irreverência e pitadas de poesia. 

Antônio é perito nas artes do amor, está sempre atento aos detalhes dos encontros e desencontros do coração. Quando está apaixonado, se sente nas nuvens e nada parece ter maior importância, e, quando as coisas não saem como esperado, é capaz de enxergar nas decepções um aprendizado para seguir adiante. 

Do balcão do bar, onde Antônio se apoia para escrever e desenhar, ele vê tudo acontecer, observa os passantes, aceita conversas despretensiosas por aí e atrai olhares de curiosos. 

Caso falte alguém especial a seu lado (situação bastante comum), Antônio sempre se acomoda na companhia dos muitos chopes pela madrugada. 

A mente por trás de Antônio é Pedro Gabriel. Em outubro de 2012, ele inaugurou a página Eu me chamo Antônio no Facebook para compartilhar o que rabiscava com caneta hidrográfica em guardanapos nas noites em que batia ponto no Café Lamas, um dos mais tradicionais bares do Rio de Janeiro. 

Em seu primeiro livro, Pedro apresenta histórias vividas por seu alter ego, desde a cuidadosa aproximação da pessoa desejada, o encantamento e a paixão, até o sofrimento provocado pela ausência e a dor da perda. Os guardanapos que inspiram milhares de pessoas na internet agora estão reunidos numa caprichada edição, novo lançamento da Intrínseca.

11 de mar de 2014

Estréia: A Culpa é das Estrelas - John Green

A Fox anunciou, que o filme A Culpa é das Estrelas, inspirado no best-seller homônimo do americano John Green, teve seu lançamento antecipado para o dia 13 de junho, com pré-estreia no dia 6 do mesmo mês. Inicialmente, o longa estrearia no dia 15 de agosto. 


 A trama gira em torno de dois adolescentes com câncer, que se conhecem em um grupo de apoio para pessoas com a doença e vivem uma história de amor. Eles compartilham um olhar ácido e bem-humorado sobre o mundo. 

Shailene Woodley faz o papel da jovem Hazel Grace. Ela tem um câncer na tireoide, que se espalhou para o pulmão. Ansel Elgort vive seu namorado Augustus Waters, que teve que amputar uma perna por causa da doença.

Este é o maior sucesso de John Green - autor muito importante no segmento jovem-adulto - e também a primeira adaptação de um livro seu para o cinema.

O romance, festejado pela crítica, ganhou prêmios, como o Printz Medal e foi finalista com o prêmio literário americano do LA Times. Outros sucessos de John Green são Cidades de Papel (2008); e Will e Will, Um Nome, Um Destino (2010).

Lento - Leslie Kelly

Chegou o dia de sorte de Maddy Turner. Em um lance ousado, a comportada garota da alta sociedade arrematou Jack Wallace, e o terá inteirinho à sua disposição... 

Entretanto, ela conhece bem a (má) fama de sua mais nova aquisição, e seu verdadeiro intento é mantê-lo a distância. Isto é, se ela conseguir resistir à tentação que já dominou todos os seus sentidos. 

Maddy finalmente se entrega a uma noite de sexo selvagem, deixando Jake encantado... e desorientado. 

Jake precisa desvendar os segredos de Maddy, o que ele fará acariciando lentamente cada centímetro da pele dela…

10 de mar de 2014

Duologia Easy - Tammara Webber

Livro 1 - Easy

Quando Jacqueline segue o namorado de longa data para a faculdade que ele escolheu, a última coisa que ela espera é levar um fora no segundo ano.

Depois de duas semanas em estado de choque, ela acorda para sua nova realidade: ela está solteira, frequentando uma universidade que nunca quis, ignorada por seu antigo círculo de amigos e, pela primeira vez na vida, quase repetindo em uma matéria.

Ao sair de uma festa sozinha, Jacqueline é atacada por um colega de seu ex. Salva por um cara lindo e misterioso que parece estar no lugar certo na hora certa, ela só quer esquecer aquela noite — mas Lucas, o cara que a ajudou, agora parece estar em todos os lugares.

A atração entre eles é intensa. No entanto, os segredos que Lucas esconde ameaçam separá-los. Mas eles vão ter de descobrir que somente juntos podem lutar contra a dor e a culpa, enfrentar a verdade — e encontrar o poder inesperado do amor.

Breakable tammara webber cover verusLivro 2 - Breakable

Ele estava perdido e sozinho. Em seguida, ele a encontrou. E o futuro pareceu mais frágil do que nunca. 

Quando criança, Landon Lucas Maxfield acreditava que sua vida era perfeita e aguardava um futuro cheio de promessas – até a tragédia que separou sua família e o fez duvidar de tudo em que ele sempre acreditou. 

Tudo o que ele queria era deixar o passado para trás. Quando ele conheceu Jacqueline Wallace, seu desejo de ser tudo o que ela precisava veio tão fácil… 

Tão fácil quanto poderia ser para um homem que aprendeu que a alma é frágil e que tudo o que você espera poderia ser arrancado num piscar de olhos.

9 de mar de 2014

O Jogo do Exterminador - Orson Scott Card

No romance, Ender Wiggin é uma criança de seis anos de idade, quando é recrutado para a Escola de Combate Espacial. No futuro criado por Orson Scott Card, a humanidade está em guerra com alienígenas invasores, e muitos dos combates são travados em outros sistemas solares, distantes do nosso. 

Como não existe uma tecnologia de vôo mais rápido que a luz, nessa ficção científica, os muito jovens são recrutados porque eles estarão maduros quando estiveram em batalha ou quando retornarem à Terra. Usar crianças-soldados como personagens também foi um modo do autor afirmar que toda guerra é um processo de destruição da inocência. 

 O romance de ficção científica O Jogo do Exterminador foi originalmente lançado nos Estados Unidos em 1985. Ele é uma expansão da noveleta O Jogo do Exterminador, que foi a grande responsável pelo fato de seu autor, Orson Scott Card, ter recebido o Prêmio John W. Campbell, Jr. de melhor escritor estreante, em 1978. A versão romance recebeu os prêmios Hugo 1986 e Nebula 1985 - os dois principais prêmios da ficção científica em língua inglesa. 

O livro também está na lista de clássicos de John Clute, considerado um dos principais críticos de ficção científica. O Jogo do Exterminador foi publicado no Brasil em 1990, com esse mesmo título, pela Editora Aleph, quando recebeu o Prêmio Nova de Ficção Científica, conferido pela comunidade brasileira de FC. A Devir o lança com uma nova tradução de Carlos Ângelo, o tradutor de Tropas Estelares (também um filme), de Robert A. Heinlein, e com uma introdução especial do próprio Orson Scott Card. 

Essa é a "versão definitiva" do autor, lançada nos Estados Unidos em 1991, contendo revisões e essa introdução.

Identidade Roubada - Chevy Stevens

Surpreendente e avassalador desde a primeira página, este thriller psicológico entrou na lista de mais vendidos do The New York Times e foi finalista dos conceituados prêmios Arthur Ellis e International Thriller of the Year. Era para ser um dia como outro qualquer na vida de Annie O'Sullivan. 

A corretora de imóveis levanta da cama com três objetivos: vender uma casa, fazer as pazes com a mãe e não se atrasar para o jantar com o namorado. Naquele domingo, aparecem poucas pessoas interessadas em visitar o imóvel.

Quando Annie está prestes a ir embora, uma van estaciona diante da casa e um homem sorridente vem em sua direção. A corretora tem certeza de que será seu dia de sorte. Mas o inferno está apenas começando. Sequestrada por um psicopata, Annie fica presa durante um ano inteiro em um chalé nas montanhas, onde vive um pesadelo que deixará marcas profundas. 

 Construído de maneira extremamente original, Identidade Roubada é o relato visceral que Annie faz à sua terapeuta dos 365 dias em que ficou à mercê do homem a quem chamava de Maníaco. 

 As memórias que vêm à luz ao longo de 26 sessões de análise são intercaladas com a história de sua vida desde que conseguiu escapar do chalé: a luta para superar seus medos e se reencontrar, a investigação policial para descobrir a identidade do sequestrador e a sensação perturbadora de que seu martírio ainda não acabou. 

 Em sua estreia, Chevy Stevens cria uma heroína inesquecível que, depois de sobreviver a uma experiência devastadora, precisa descobrir a verdade para se libertar. 

 Surpreendente e avassalador desde a primeira página, este thriller psicológico entrou na lista de mais vendidos do The New York Times e foi finalista dos conceituados prêmios Arthur Ellis e International Thriller of the Year.

8 de mar de 2014

Jardim de Inverno - Kristin Hannah

Meredith e Nina Whiston são tão diferentes quanto duas irmãs podem ser. Uma ficou em casa para cuidar dos filhos e da família. A outra seguiu seus sonhos e viajou o mundo para tornar-se uma fotojornalista famosa.

No entanto, com a doença de seu amado pai, as irmãs encontram-se novamente, agora ao lado de sua fria mãe, Anya, que, mesmo nesta situação, não consegue oferecer qualquer conforto às filhas.

A verdade é que Anya tem um motivo muito forte para ser assim distante: uma comovente história de amor que se estende por mais de 65 anos entre a gelada Leningrado da Segunda Guerra e o não menos frio Alasca.

Para cumprir uma promessa ao pai em seu leito de morte, as irmãs Whiston deverão se esforçar e fazer com que a mãe lhes conte esta extraordinária história.

Meredith e Nina vão, finalmente, conhecer o passado secreto de sua mãe e descobrir uma verdade tão terrível que abalará o alicerce de sua família… E mudará tudo o que elas pensam que são.

“Difícil não rir um tanto e chorar ainda mais com a história de mãe e filhas que se descobrem no último momento.” – Publishers Weekly A história que sua mãe conta é como nenhuma outra já ouvida por elas antes — uma história de amor cativante e misteriosa que dura mais de sessenta anos e parte da Leningrad congelada e devastada pela guerra até o Alasca, nos dias atuais.

A obessão de Nina por esconder a verdade as levará a uma inesperada jornada ao passado de sua mãe, onde descobrirão um segredo tão chocante, que abala a estrutura da família e muda quem elas acreditam ser.

7 de mar de 2014

Morto ou vivo - Tom Clancy, Grant Blackwood

Tom Clancy retorna para lembrar os leitores por que ele é o mestre reconhecido de intriga internacional e ação militar sem parar. É o Campus. Secretamente, criado sob a administração do presidente Jack Ryan, o seu único objetivo é eliminar os terroristas e aqueles que os protegem. 

Oficialmente, ele não tem nenhuma ligação com o governo americano, uma necessidade em um momento em que os detentores do poder consideram-se acima de ideais como lealdade, justiça e certo ou errado. Agora infiltrado o especialista Jack Ryan Jr. e seus compatriotas do Campus - acompanhados por John Clark e "Ding" Chavez - vêem-se contra o seu maior inimigo: um assassino sádico conhecido como o Emir. 

Mentor de inúmeros ataques horríveis, o Emir iludiu todas as agências da lei em todo o mundo. Mas sua maior devastação ainda está para ser desencadeada quando planeja uma greve monumental no coração da América. 

Na trilha do Emir, Jack Ryan Jr. vai encontrar-se seguindo os passos de seu lendário pai em uma caçada que vai levar ele e seus aliados em todo o mundo, nas arenas sombrias do jogo político, e de volta para o solo dos EUA em uma corrida para evitar a possível queda do Ocidente.

A lista Negra - Jennifer Brown

Um livro proibido em vários países, que deveria ser leitura obrigatória nas escolas. Uma historia de ficção que já foi verdade em tantas escolas, uma tragédia que poderia ter acontecido na vida real.

 A lista negra é um romance instigante, que toca o leitor. Um livro sobre bullying praticado dentro das escolas que provoca reflexões sobre as atitudes, responsabilidades e, principalmente, sobre o comportamento humano. Enfim, uma bela história sobre auto-conhecimento e o perdão.

 E se você desejasse a morte de uma pessoa e isso acontecesse? E se o assassino fosse alguém que você ama? O namorado de Valerie Leftman, Nick Levil, abriu fogo contra vários alunos na cantina da escola em que estudavam. Atingida ao tentar detê-lo, Valerie também acaba salvando a vida de uma colega que a maltratava, mas é responsabilizada pela tragédia por causa da lista que ajudou a criar.

 A lista com o nome dos estudantes que praticavam bullying contra os dois. A lista que ele usou para escolher seus alvos. Agora, ainda se recuperando do ferimento e do trauma, Val é forçada a enfrentar uma dura realidade ao voltar para a escola para terminar o Ensino Médio.

 Assombrada pela lembrança do namorado, que ainda ama, passando por problemas de relacionamento com a família, com os ex-amigos e a garota a quem salvou, Val deve enfrentar seus fantasmas e encontrar seu papel nessa história em que todos são, ao mesmo tempo, responsáveis e vítimas.

6 de mar de 2014

Dançando Sobre Cacos de Vidro - Ka Hancock

Lucy Houston e Mickey Chandler não deveriam se apaixonar. Os dois sofrem de doenças genéticas: Lucy tem um histórico familiar de câncer de mama muito agressivo e Mickey, um grave transtorno bipolar.

No entanto, quando seus caminhos se cruzam, é impossível negar a atração entre eles. Contrariando toda a lógica que indicava que sua história não teria futuro, eles se casam e firmam – por escrito – um compromisso para fazer o relacionamento dar certo.

Mickey promete tomar os remédios. Lucy promete não culpá-lo pelas coisas que ele não pode controlar. Mickey será sempre honesto. Lucy será paciente. Como em qualquer relação, eles têm dias bons e dias ruins – alguns terríveis.

Depois que Lucy quase perde uma batalha contra o câncer, eles criam mais uma regra: nunca terão filhos, para não passar adiante sua herança genética. Porém, em seu 11° aniversário de casamento, durante uma consulta de rotina, Lucy é surpreendida com uma notícia extraordinária, quase um milagre, que vai mudar tudo o que ela e Mickey haviam planejado.

De uma hora para outra todas as regras são jogadas pela janela e eles terão que redescobrir o verdadeiro significado do amor.

Dançando sobre cacos de vidro é a história de um amor inspirador que supera todos os obstáculos para se tornar possível.